Equatorial Energia e SPE 5 informaram que entraram em operação comercial com RAP totalizando R$ 96 milhões

LinkedIn

A Equatorial Energia informou que em 23 de dezembro último entraram em operação o Reator de Barra 500 kV -150 Mvar Igaporã III e o Módulo Geral da SE Igaporã III que somam R$ 7,6 milhões em RAP (Receita Anual Permitida). Isso equivale a 7,84% do total da SPE.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:EQTL3) nesta terça-feira (12). Confira o documento na íntegra.

Segundo a empresa, juntos, os empreendimentos possuem uma receita geral permitida (RAP) de cerca de R$ 96 milhões.

Em 06 de Janeiro de 2021, entraram em operação a LT 500 kV Igaporã III/ Janaúba 3 – C2 e o Módulo Geral da SE Janaúba 3, representando R$ 89,3 milhões em RAP, equivalente a 92,16% do total da SPE.

Deste modo, entramos em operação comercial com a SPE 5 em sua totalidade. O Contrato de Concessão da SPE 05 foi assinado em 10 de fevereiro de 2017, e a entrada em operação destes trechos representa uma antecipação de aproximadamente 13 meses em relação ao prazo regulatório.

Atualmente, a Equatorial possui seis empreendimentos em operação comercial e dois em fase final para entrada em operação, além da Intesa.

Lucro líquido ajustado de R$ 607 milhões, os resultados 3T20

Equatorial Energia registrou lucro líquido de R$ 728 milhões no terceiro trimestre, alta de 32,7% na comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro líquido ajustado foi de de R$ 607 milhões no terceiro trimestre de 2020, alta de 22,9% na base anual.

Em relatório, a empresa informou que o indicador de geração operacional de caixa (Ebitda consolidado ajustado) alcançou 1,17 bilhão de reais no trimestre, aumento de 13,7%.

A receita operacional líquida atingiu R$ 4,2 milhões, queda de 13,7% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

Deixe um comentário