Vamos Locação aprova oferta pública inicial podendo levantar até R$ 1,495 bilhão

LinkedIn

A Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos aprovou a realização de oferta pública inicial (IPO), com esforços restritos de colocação.

Desse modo, a oferta consistirá na distribuição pública primária de 34.215.328 de ações e secundária de, inicialmente, 11.405.109 de ações, de titularidade da Simpar (BOV:SIMH3).

O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento.

Entretanto estima-se que o preço estará situado entre R$ 21,92 e R$ 28,50.

Assim, considerando o preço médio da faixa indicativa, de R$ 25,21, a oferta pode levantar R$ 1,15 bilhão. Caso sejam vendidos o lote adicional e o suplementar, a empresa pode captar até R$ 1,495 bilhão.

Em 6 de dezembro de 2020, a Vamos submeteu à B3 pedido para negociação das ações e autorização para listagem no segmento especial de listagem do novo mercado.

O início de negociação da B3 está previsto para 29 de janeiro sob o ticker “VAMO3”.

A totalidade dos recursos líquidos serão destinados para financiamento da frota, para atividade de locação de caminhões, máquinas e equipamentos. A Companhia informou ainda que não receberá qualquer recurso em decorrência da Oferta Secundária, visto que tais recursos reverterão integralmente ao acionista vendedor.

A Oferta Restrita será realizada no Brasil, sob a coordenação do BTG Pactual, XP Investimentos, Itaú BBA, Bradesco BBI, J.P. Morgan e pelo UBS Brasil.

Comentários

  1. Diego diz:

    Eu gostaria de saber se os valores captados dessa vez serão para o crescimento da empresa. Nas últimas tentativas, 75% do valor ia para os acionistas, então é estranho eles estarem “vendendo” a empresa, sendo que eles são os que mais conhecem o negócio deles mesmo. Se eles estavam querendo captar o valor para vender uma boa parte dos direitos deles, como vamos confiar nesse negócio?

Deixe um comentário