A IMC comunica a assinatura de contrato de parceria com a Raízen Combustíveis.

LinkedIn

A IMC comunicou  a assinatura de contrato de parceria com a Raízen Combustíveis.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MEAL3), nesta quarta-feira (10).

Será apresentado pela Raízen Combustíveis à IMC proprietários e/ou operadores de postos de combustíveis localizados em rodovias nas regiões Sudeste e Sulpara que a IMC lhes proponha a instalação e operação de restaurantes da marca Frango Assado em tais postos.

As condições de tais negócios serão individualmente discutidas entre a IMC e cada potencial interessado.

Em razão da parceria comercial, a IMC negociará também com a Raízen Combustíveis a adoção da bandeira Shell e contratação junto à Raízen Combustíveis de fornecimento de combustíveis em postos operados pela IMC.

Não há qualquer exclusividade por parte da Raízen ou da IMC em razão da celebração do contrato de parceria comercial.

“Seguimos focados com a nossa estratégia de crescer a marca Frango Assado por meio de postos de rodovia já existentes, seja comprando o fundo de comércio do posto ou fazendo parcerias para operar restaurantes de redes de postos”, diz a IMC.

Prejuízo líquido de R$ 5,1 milhões no 3T20

International Meal Company Alimentação (IMC), dona das franquias Frango Assado, Pizza Hut e KFC, teve prejuízo líquido de R$ 5,1 milhões, frente lucro de R$ 16,8 milhão um ano antes.

No Brasil, a queda na receita foi de 30,5%, para R$ 161 milhões (a empresa ainda opera nos EUA e Caribe). A margem bruta caiu 9,5 pontos, para 16,1%. Porém, no segundo trimestre, a queda na receita havia sido de 58%.

A empresa afirma que encerrou o trimestre com 490 restaurantes, sendo que 241 deles são próprios. As vendas no critério mesmas lojas recuaram 25,6%.

Deixe um comentário