Azul informa os resultados preliminares de tráfego de janeiro de 2021

LinkedIn

A Azul informou os resultados preliminares de tráfego de janeiro de 2021, com o tráfego de passageiros doméstico (RPKs) aumentando 13,2% em relação ao mesmo mês de 2019, e a capacidade doméstica (ASKs) crescendo 17,6%. Tais números resultam em uma taxa de ocupação de 79,3%.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:AZUL4),  nesta segunda-feira (08).

“Iniciamos o ano de uma forma muito positiva, como uma das poucas companhias aéreas do mundo, se não a única, a recuperar a capacidade doméstica para níveis acima de 2019”, disse John Rodgerson, CEO da Azul.

“Seguimos monitorando de perto os avanços da pandemia e o impacto positivo do esforço de vacinação, e permanecemos confiantes na retomada total da nossa capacidade no ano de 2021”, concluiu.

Prejuízo líquido de R$ 1,23 bilhões

Azul divulgou o terceiro trimestre com prejuízo líquido de R$ 1,23 bilhão, ante um prejuízo de R$ 550,5 milhões no mesmo intervalo de 2019. O prejuízo líquido ajustado, que exclui eventos não recorrentes, ganhos e perdas com marcação a mercado e variação cambial, foi de R$ 1,22 bilhão, ante um lucro de R$ 145 milhões um ano antes.

A receita líquida da companhia teve queda de 73% no terceiro trimestre comparada com o mesmo intervalo de 2019, totalizando R$ 805,3 milhões. A receita com transporte de passageiros teve queda de 78,4%, para R$ 624,5 milhões. A receita com transporte de cargas, por sua vez, cresceu 26,6% no período, para R$ 180,8 milhões.

Deixe um comentário