Bradesco submeterá ao exame da AGE o cancelamento de 34 milhões de ações

LinkedIn

Bonificação

O Bradesco vai submeter ao exame da Assembleia Geral Extraordinária de 10 de março, o cancelamento das 34.685.801 ações mantidas em tesouraria. Esses papéis foram adquiridos por meio de programas de recompra.

O comunicado foi feito pela estatal (BOV:BBDC4), nesta quarta-feira (03).

Para deliberação da Assembleia também será proposta uma bonificação em ações decorrente do aumento do capital social em R$ 4.000.000.000,00 elevando-o de R$ 79.100.000.000,00 para R$83.100.000.000,00, mediante a capitalização de parte do saldo da conta “Reservas de Lucros – Reserva Estatutária”, com a emissão de 883.552.687 ações, sendo 442.779.931 ordinárias e 440.772.756 preferenciais.

Esses papéis serão atribuídos gratuitamente aos acionistas na proporção de 1 nova ação para cada 10 ações da mesma espécie de que forem titulares na data-base, a ser fixada após a homologação do processo pelo Banco Central.

Segundo o Bradesco, os objetivos da operação de bonificação são aumentar a liquidez das ações no mercado e possibilitar um ajuste na cotação das ações, tornando o preço por ação mais atrativo e acessível a um maior número de investidores.

Direito das Ações Bonificadas:

Segundo o Bradesco, terão direito a dividendos e/ou juros sobre o capital próprio que vierem a ser declarados a partir da data de sua inclusão na posição dos acionistas. Farão jus também, de forma integral, a eventuais vantagens atribuídas às demais ações a partir da citada data.

Juros sobre o Capital Próprio mensais

O banco explicou que serão mantidos em R$0,017249826 por ação ordinária e R$0,018974809 por ação preferencial, com pagamento, respectivamente, pelo valor líquido de R$0,014662352 e R$0,016128588, já deduzido o imposto de renda na fonte de 15%.

Continuarão sendo pagos em conformidade com a Sistemática de Pagamento Mensal de Dividendos/Juros sobre o Capital Próprio.

Projeções de crescimento

O Banco Bradesco também informou ao mercado na noite desta quarta, 3, suas projeções de crescimento para o ano de 2021.

Lucro líquido recorrente de R$ 5,031 bilhões

Bradesco reportou lucro líquido de R$ 5,031 bilhões cerca de 15% acima da média de estimativas de analistas. O resultado ainda é 23,1% menor que o do mesmo período de 2019, mas representa um avanço de 29,9% no trimestre.

carteira de crédito no período foi de R$ 664 bilhões, um crescimento de 11,7% sobre o obtido nos 12 meses anteriores. O crédito foi ampliado em 9,6% no segmento de pessoa física e em 12,9% para pessoa jurídica na mesma base de comparação.

Deixe um comentário