Ouro fecha em alta impulsionado por um dólar mais fraco e a esperanças de estímulo dos EUA

LinkedIn

Os preços do ouro subiram pela quarta sessão consecutiva nesta quarta-feira, impulsionados por um dólar mais fraco, enquanto a esperança de que um pacote de estímulo dos EUA seja aprovado reforçou o apelo do metal como proteção contra a inflação.

O ouro à vista subiu 0,2%, para US$ 1.840,96 por onça. O ouro para abril fecha em alta de 0,28%, cotado a US$ 1.842,70 a onça-troy.

Os preços da platina, por sua vez, atingiram seu maior valor desde fevereiro de 2015, a US$ 1.213,10 a onça, e o metal catalisador automotivo subiu 3,1%, para US$ 1.211,68, devido às expectativas de uma recuperação da demanda.

“Os temores da inflação estão surgindo, especialmente nos EUA. Com o estímulo destinado a passar… (os temores são) de que isso seria demais e desencadearia a inflação daqui para frente”, disse o analista da Quantitative Commodity Research Peter Fertig.

Espera-se que o Congresso dos EUA aprove um projeto de lei de alívio do coronavírus de US$ 1,9 trilhão, com o presidente Joe Biden dizendo que esteve em contato com líderes republicanos que se opõem ao tamanho do pacote.

As perspectivas de estímulo foram ainda ajudadas por um esboço de orçamento aprovado pelos democratas na semana passada, permitindo-lhes aprovar o pacote sem o apoio republicano.

Os participantes do mercado aguardam os dados do Índice de Preços ao Consumidor dos EUA em janeiro às 13h30 GMT e o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, antes de um evento virtual do Clube Econômico de Nova York às 19h00 GMT.

“Os números da inflação dos EUA são (um) risco principal”, disse Jeffrey Halley, analista de mercado sênior da OANDA, acrescentando que um valor mais alto poderia causar uma alta de curto prazo no dólar americano e empurrar o ouro para baixo.

Em outros lugares, a platina está lucrando com os desenvolvimentos na indústria automotiva, à medida que a demanda por carros com motores a diesel se recupera após ter sido prejudicada nos últimos cinco anos devido ao escândalo de emissões da Volkswagen, disse Fertig.

“Bons números de vendas automotivas na China são certamente um fator de suporte à maior demanda por platina.”

A prata spot ganhou 0,4% para US$ 27,31 a onça, enquanto o paládio subiu 0,8% para US$ 2.337,16.

(Com informações da CNBC)

Deixe um comentário