Azul aprova o plano de recompra de até 2 milhões de ações para aquisição de ações preferenciais

LinkedIn

O conselho de administração da Azul aprovou o plano de recompra de até 2.000.000 de ações, para aquisição de ações preferenciais de sua própria emissão.

O fato relevante foi feito pela companhia (BOV:AZUL4), nesta quarta-feira (10). Confira o comunicado na íntegra!

“O Programa de Recompra visa atender às obrigações assumidas no plano de outorga de ações restritas para os próximos anos aprovado na Assembleia Geral Extraordinária da Companhia realizada em 30 de junho de 2014, conforme alterado, bem como em eventuais outros planos de remuneração de longo prazo da Companhia aprovados em Assembleia Geral”, explicou a empresa.

Pandemia resulta em prejuízo líquido de R$ 10,8 bilhões em 2020, quatro vezes mais que 2019

Por conta da pandemia do coronavírus, a companhia aérea Azul teve prejuízo líquido de 10,83 bilhões em 2020, quatro vezes maior que os R$ 2,40 bilhões de 2019.

No acumulado do ano o recuo da receita foi de 49,4% quando comparado com 2019, passando de R$ 11,44 bilhões para R$ 5,79 bilhões.

O Ebitda de 2020 ficou em R$ 264,8 milhões, uma queda de 92,7% sobre os R$ 3,62 bilhões do ano anterior.

Deixe um comentário