Ecorodovias: Igli e Primav CC aprovam cisão parcial da Primav Infra, acionista controladora da concessionária

LinkedIn

A Ecorodovias Infraestrutura e Logística informa que ocorreu o First Closing (“Primeiro Fechamento”) previsto no Dissociation Agreement (“Contrato de Dissociação”) celebrado em 30 de julho de 2020 por e entre: a acionista controladora direta da Companhia, Primav Infraestrutura; as acionistas co-controladores indiretas da Companhia, Primav Construções e Comércio  e Igli S.p.A. e a Companhia.

O fato relevante foi feito pela companhia (BOV:ECOR3), nesta quinta-feira (11).

Com a ocorrência do Primeiro Fechamento, foi implementada, nesta data, a reorganização societária descrita abaixo em razão da qual a estrutura de controle compartilhado da Companhia, até então existente por meio da sociedade holding Primav Infra, passou a ser mantida diretamente no nível da EcoRodovias.

Este Fato Relevante não constitui uma oferta de valores mobiliários para venda no Brasil ou em qualquer outro mercado, sendo meramente para propósitos informativos, conforme os termos das regulações aplicáveis, e não deve, em qualquer circunstância, ser tratado ou considerado como uma recomendação de investimento, uma oferta para venda, ou convite ou oferta para aquisição de valores mobiliários de emissão da Companhia.

A EcoRodovias manterá o mercado informado de quaisquer novos fatos relevantes relacionados ao Contrato de Dissociação.

A Ecorodovias pretende divulgar os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 10 de março.

Lucro líquido de R$ 89,2 milhões no 3T20, 53% superior ao 3T19

O balanço do terceiro trimestre deste ano da Ecorodovias veio marcado por um lucro líquido de R$ 89,2 milhões, desempenho 53,2% superior ao registrado no mesmo período de 2019. No acumulado dos nove primeiros meses de 2020, o lucro líquido é de R$ 276,7 milhões, contra R$ 199,5 milhões de um ano antes.

Deixe um comentário