EDP conclui etapas para energização e integração ao Sistema Interligado Nacional de trecho do Lote 07

LinkedIn

A EDP Energias do Brasil concluiu as etapas necessárias para a energização e integração ao Sistema Interligado Nacional de um dos dois trechos do Lote 07 de linhas de transmissão de energia.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ENBR3), nesta terça-feira (23). Confira documento na íntegra.

Nesta primeira etapa estão contempladas a linha que conecta as subestações São Luís IV e São Luís II, bem como as subestações de São Luís II e São Luís IV da EDP Transmissão MA I S.A. (“EDP Transmissão MA I”).

A entrega do trecho está antecipada em 17 meses frente ao calendário da ANEEL, o que irá gerar receitas antecipadas, superando a expectativa de retorno prevista à época do leilão.

A EDP Transmissão MA I, constituída após a 1ª Etapa do Leilão nº 05/20161 , é titular de concessão de transmissão composta por 123 km de linha de transmissão divididos em 2 linhas de 500 kV (Miranda II e São Luís II), além da subestação São Luís IV, no Estado do Maranhão, com uma Receita Anual Permitida de R$ 74,3 milhões2 .

Esta entrega, com significativa antecipação frente aos cronogramas inicialmente previstos, constitui mais uma demonstração das competências distintivas da EDP Brasil na área das redes reguladas, na qual o Grupo concentra, atualmente, seu foco estratégico de crescimento.

Lucro líquido de R$ 1,5 bilhão em 2020, avanço de 12,7%

A EDP Energias do Brasil reportou lucro líquido de R$ 1,5 bilhão em 2020, avanço de 12,7%. No quarto trimestre de 2020, o lucro foi de R$ 699,9 milhões, o que representa alta de 40,2% em relação ao mesmo período de 2019.

Em 2020, o Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização –

No acumulado do ano, a receita da companhia foi de R$ 13,2 bilhões, alta de 5,13% em relação a 2019. foi de R$ 3,38 bilhões, avanço de 16%.

No ano, os investimentos recuaram 32,8%, para R$ 1,89 bilhão.

Deixe um comentário