Marfrig (MRFG3): lucro líquido recorde de R$ 3,3 bilhões em 2020, salto de 1.413% com forte participação da operação da empresa na América do Norte

LinkedIn

A Marfrig Global Foods teve um lucro líquido recorde de R$ 3,3 bilhões em 2020, salto de 1.413,76%, ou de 15 vezes, ante os R$ 218 milhões registrados no ano anterior, com forte participação da operação da empresa na América do Norte

Os resultados da Marfrig (BOV:MRFG3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 08/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Marfrig trouxe uma receita líquida de R$ 67,5 bilhões — o que a consolida como uma das dez maiores companhias privadas não financeiras do país —, e conciliou investimentos orgânicos (R$ 1,4 bi) com redução do endividamento. O índice de alavancagem atingiu 1,57 vez em dezembro, o menor entre os pares.

O Ebtida ajustado – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – de 2020 saltou 99,4%, para R$ 9,6 bilhões, com margem de 14,2%.

Nas operações nos EUA, onde a empresa gera 80% do Ebitda, a demanda aquecida por carne e a ampla oferta de gado fizeram as margens baterem recorde. A Marfrig encerrou 2020 com uma geração de R$ 4,9 bilhões de caixa livre no ano passado.

No acumulado de 2020, o lucro bruto da Operação América do Norte atingiu US$ 1,7 bilhão, expansão de 40,8%.

No acumulado de 2020, as receitas da Operação América do Sul –composta por Brasil, Argentina, Uruguai e Chile– foram a R$ 18,6 bilhões, 25,4% superior na comparação anual. Já o lucro bruto subiu 65,1%, para R$ 2,9 bilhões de reais e o Ebitda chegou a R$ 2,1 bilhões, 106% acima do apresentado em 2019.

4T20

No quarto trimestre de 2020, o lucro líquido da Marfrig foi de R$ 1,171 bilhão, por volta de 43 vezes acima do desempenho do mesmo período de 2019.

O Ebitda ajustado teve alta de 30,3% no comparativo anual, a R$ 2,1 bilhões e o fluxo de caixa operacional livre cresceu saltou 165% na base de comparação anual, a R$ 1,5 bilhão.

Proposta de dividendos

Vale destacar que o Conselho de Administração da Marfrig propôs à Assembleia Geral Ordinária, marcada para 8 de abril, a distribuição de R$ 141 milhões em dividendos, ou R$ 0,20 por ação –equivalente a 50% do lucro líquido distribuível aos acionistas.

O pagamento é uma relativa surpresa, com payout de 50%. 1Nessa toada, a Marfrig tende a acelerar os pagamentos de dividendos a partir de 2022.

Perspectiva 2021

Para 2021, o conjuntura segue conspirando a favor. Nos EUA, as margens permanecem acima da média graças ao estoque de 700 mil cabeças de gado que não foram abatidas no ano passado, quando várias indústrias do país reduziram o funcionamento em meio a surtos de covid-19.

“Começamos o primeiro trimestre com margens superiores na comparação anual”, diz Tim Klein, CEO da National Beef.

Ajuda a compensar as frustrações com o Mercosul. Na América do Sul, e particularmente no Brasil, o boi caro é uma pedra no sapato. Miguel Gularte, CEO da Marfrig, indica que a margem Ebitda das operações brasileiras e argentinas estão em “um dígito baixo”, aquém dos dois dígitos do ano passado.

“Estamos nos beneficiando do amplo abastecimento de gado vivo, esperamos que as margens do trimestre levem a uma boa receita, um lucro bom”, afirmou Klein sobre suas impressões para o primeiro trimestre de 2021.

Ele disse que, com certeza, o ciclo pecuário dos EUA vai continuar favorecendo a operação norte-americana da Marfrig neste ano, assim como a demanda naquele país, uma vez que a população contará com a contribuição de um pacote financeiro promovido pelo governo federal, para auxílio ante a pandemia.

VISÃO DO MERCADO

Credit Suisse

Segundo o Credit Suisse, os números fortes podem ser justificados por uma margem recorde (13,1% de margem Ebitda ajustada), que foi beneficiada pelos preços da arroba mais baixos no mercado americano e também por uma margem boa na América do Sul (8,6%).

“A tendência favorável para a National Beef deve continuar, dado que tudo indica que teremos spreads favoráveis nos EUA. Já a divisão de América do Sul deve se beneficiar das exportações e da depreciação do real. As iniciativas da gestão para ganhar eficiência também devem começar a aparecer de forma mais clara nos números. Acreditamos que a Marfrig pode ser um papel interessante para um momento de maior incerteza e reforçamos MRFG3 como nosso top pick”, apontam os analistas.

Credit Suisse mantém recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 23,00.

XP Investimentos

Segundo os analistas da XP, o momento positivo nos EUA compensou os desafios na América do Sul, levando a companhia a registrar bons números no quarto trimestre.

XP Investimentos reitera recomendação de compra.

Pensando em investir na Marfrig?

A Marfrig é líder global na produção de hambúrgueres e uma das maiores empresas de proteína bovina do mundo, em capacidade. Dedica-se à produção de alimentos de alto valor agregado à base de proteína animal, basicamente bovina, e de opções variadas, prontas para o consumo, como vegetais congelados, ovinos, peixes e molhos.

→ A Marfrig possui R$ 11,1 bilhões de valor de mercado. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

Governança Corporativa

As ações da Marfrig são listadas no Novo Mercado. A empresa realizou IPO no dia 25/06/2007.

Composição Acionária

Acionistas Ações %
(1) Acionistas Controladores 344.270.314 48,40%
(1) Conselho de Administração 100.153 0,01%
(1) Conselho Fiscal 800.927 0,11%
(1) Diretores 34.561 0,005%
Ações em Tesouraria 19.413.106 2,73%
Outros 349.650.523 48,74%
TOTAL 711.369.913 100,00%

Desempenho da empresa na B3

No último ano, as ações da Marfrig oscilaram entre a mínima de R$ 5,50 e a máxima de R$ 18,38. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em alta de 4,41%, negociada a R$ 15,64.

Confira o histórico da Marfrig (MRFG3)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Médio Vol Médio Variação Variação %
1 Semana 14,19 16,39 14,05 15,07 14.479.440 1,95 13,74%
1 Mês 14,38 16,39 13,82 14,70 10.830.461 1,76 12,24%
3 Meses 14,30 16,39 12,38 14,23 9.999.019 1,84 12,87%
6 Meses 16,40 17,37 12,38 14,72 10.383.339 -0,26 -1,59%
1 Ano 9,90 18,38 5,50 13,51 12.512.684 6,24 63,03%
3 Anos 5,79 18,38 5,02 11,29 8.123.672 10,35 178,76%
5 Anos 6,37 18,38 4,89 10,51 5.780.975 9,77 153,38%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário