MRV Engenharia aprova a emissão de R$ 400 milhões em debêntures

LinkedIn

A MRV Engenharia aprovou a emissão de R$ 400 milhões em debêntures.

O conselho de administração aprovou a securitização, por meio da True Securitizadora, de CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) da 379ª série da 1ª emissão.

O fato relevante foi feito pela companhia (BOV:MRVE3), nesta quarta-feira (24).

Serão emitidos pela MRV 400 mil CRIs a serem distribuídos em oferta restrita. O valor por CRI é de R$ 1 mil.

Também foram aprovadas, segundo a MRV, as debêntures (19ª emissão), que serão vinculadas aos CRIs no valor total de R$ 400 milhões.

A remuneração será com base no Tesouro IPCA+ com juros semestrais, com vencimento em 15 de agosto de 2030, acrescida de 1,30% ao ano ou de 4,70% ao ano.

→ A MRV Engenharia e Participações é uma das maiores empresas de construção e incorporação imobiliária do Brasil. Confira a análise completa da empresa com informações exclusivas.

Balanço traz receita líquida recorde, no 3T20

Aumento das vendas, crescimento dos lançamentos e avanço de obras justificam uma receita líquida recorde de R$ 1,76 bilhão, alta de 12,2% no comparativo anual. Apesar disso, o lucro líquido da MRV retraiu 1,6%, ficando em R$ 158 milhões. A margem bruta saiu de 29,5% no 3T19 para 28,3% no 3T20, devido a descontos dados pela companhia em virtude da pandemia e ao aumento de custos com materiais de construção.

A receita líquida da companhia no trimestre cresceu 12,2%, para R$ 1,76 bilhão.

Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ficou em R$ 253 milhões, aumento de 1,9% na comparação com o mesmo período de 2019. A margem, porém, caiu 1,5 ponto percentual, para 14,4%.

Deixe um comentário