Ômega Geração aprova emissão de R$ 1,05 bilhão em debêntures

LinkedIn

O Conselho de Administração da Ômega Geração aprovou a 3ª Emissão de Debêntures no montante total de R$ 1,05 bilhão.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:OMGE3) na noite deste domingo (07). Veja o documento na íntegra!

O prazo total será de 8 anos com amortizações anuais, conforme curva customizada. Os juros remuneratórios serão pagos semestralmente e equivalentes à taxa de CDI + 1,99% a.a.

As debêntures estão sendo avaliadas para caracterização como “debêntures verdes”.

A alocação das debêntures será realizada pelo Banco BTG, que é o coordenador da operação, sob regime de garantia firme de colocação.

A empresa informou que os recursos obtidos serão utilizados no pré-pagamento de dívidas existentes de projetos, especialmente na otimização da estrutura de capital dos recém-adquiridos Complexo Sana Vitória do Palmar e Complexo Hermenegildo (em conjunto, Complexo Chui), além de reforço de caixa e capital de giro.

Lucro líquido de R$ 54,7 milhões em 2020, crescimento de 68% com melhores ventos e maior disponibilidade das usinas

A Ômega Geração teve lucro líquido de R$ 54,7 milhões em 2020, aumento de 68% frente a 2019. O Ebitda ajustado avançou 9%, para R$ 756,4 milhões.

A Omega disse que a geração de energia foi beneficiada por melhores ventos na região de seu complexo eólico Delta e pela maior disponibilidade das usinas, assim como pela entrada em seu conjunto de ativos do parque eólico Chuí, adquirido junto à Eletrobras.

A empresa acrescentou que pelo menos nove de seus parques eólicos ficaram durante todo o trimestre entre os 10 com melhor desempenho no Brasil, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), com fatores de capacidade chegando a 86,4%.

Pensando em investir na Ômega Geração?

→ A Ômega Geração é uma plataforma brasileira de investimento em geração de energia, dedicada a projetos operacionais de energia eólica, hidrelétrica e solar. Confira a análise completa da empresa com informações exclusivas.

Deixe um comentário