Tecnisa (TCSA3): prejuízo líquido de R$ 164,8 milhões em 2020, queda de 36%

LinkedIn

A incorporadora paulistana Tecnisa teve prejuízo de R$ 164,8 milhões em 2020, queda de 36% em relação ao ano anterior.

Os resultados da Tecnisa (BOV:TCSA3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 18/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Em 2020, o Ebitda ajustado ficou negativo em R$ 87,870 milhões, perda 43% menor.

No acumulado do ano, a receita líquida totalizou R$ 174,1 milhões, ante R$ 359 milhões no mesmo período do ano anterior, representando uma redução de 51%.

Em todo o ano de 2020, as vendas contratadas brutas totalizaram R$ 351milhões, uma redução de 34% em relação a 2019.

4T20

A Tecnisa teve prejuízo líquido de R$ 30,699 milhões no quarto trimestre de 2020, uma perda 48,5% menor do que o registrado no mesmo intervalo de 2019.

O Ebitda – lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado no trimestre ficou negativo em R$ 10,268 milhões, uma perda 62,6% menor.

A receita operacional líquida no trimestre atingiu R$ 37,228 milhões, queda de 70%, e no ano totalizou R$ 174,171 milhões, diminuição de 51,4%.

O prejuízo da Tecnisa se deve à ausência de lançamentos próprios nos últimos anos, e a remensurações dos custos das unidades em estoque perdas em rescisão de contrato.

As vendas líquidas somaram R$ 112 milhões no trimestre, crescimento de 28% em relação ao terceiro trimestre.

No período, a Tecnisa comprou três áreas localizadas na cidade de São Paulo, nas regiões da Chácara Klabin, Ipiranga e Jardim Prudência, além da expansão de um terreno no Jardim Paulista.

Deixe um comentário