Irã tem uma avaliação otimista do progresso das negociações de acordo nuclear

LinkedIn

Um membro do governo iraniano forneceu, neste sábado, uma avaliação otimista do progresso das negociações destinadas a trazer os Estados Unidos de volta ao acordo das potências mundiais com Teerã de 2015 sobre seu programa nuclear, dizendo que um “novo entendimento” parece estar tomando forma.

O Irã tem negociado com as cinco potências que permanecem no acordo — França, Alemanha, Grã-Bretanha, Rússia e China — em Viena nas últimas duas semanas. Uma delegação norte-americana também esteve no local, mas não falou diretamente com o Irã.

O acordo visa impedir o Irã de desenvolver uma arma nuclear, embora o país diga que esse não é o intuito. O tratado restringiu o programa nuclear iraniano em troca de alívio das sanções norte-americanas. Em 2018, o então presidente Donald Trump retirou os Estados Unidos unilateralmente do acordo, optando por sanções restauradas e adicionais.

Desde então, o Irã tem violado continuamente as restrições do tratado, como a quantidade de urânio enriquecido que pode armazenar e a pureza com que pode ser enriquecido. Os movimentos de Teerã foram calculados para pressionar os outros participantes a fazer mais para compensar as sanções incapacitantes dos Estados Unidos. O presidente Joe Biden disse que quer trazer o país de volta ao acordo, mas que o Irã deve reverter suas violações.

Em complicações adicionais no último fim de semana, a usina nuclear iraniana de Natanz foi sabotada. O ataque foi amplamente suspeito de ter sido executado por Israel, que se opõe ao acordo nuclear, embora as autoridades locais não tenham feito comentários.

O Irã respondeu anunciando que aumentaria o enriquecimento de urânio para 60% de pureza, muito mais alto do que antes, e instalaria centrífugas mais avançadas nas instalações de Natanz. Na quarta-feira, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, rejeitou as ofertas vistas até agora em Viena como “não vale a pena olhar”. Mesmo assim, ele disse que confia em seus negociadores.

Mas depois das últimas negociações em Viena no sábado, o vice-ministro das Relações Exteriores do Irã disse que eles entraram em uma nova fase, acrescentando que o Irã havia proposto projetos de acordos que poderiam ser uma base para negociações.

“Achamos que as negociações chegaram a um estágio em que as partes podem começar a trabalhar em um projeto conjunto”, disse Abbas Araghchi à televisão estatal iraniana. “Parece que um novo entendimento está se formando e agora há um acordo sobre as metas finais. Mas não será um caminho fácil. Isso não significa que as diferenças de pontos de vista tenham chegado ao fim.”

Diplomatas dos seis países participantes disseram aos grupos de trabalho de especialistas em levantamento de sanções e questões nucleares “para continuarem suas atividades na tarde de sábado, domingo e na próxima semana” para fazer mais progressos, tuitou o representante russo Mikhail Ulyanov.

O membro da União Europeia que presidiu as negociações, Enrique Mora, tuitou que “o progresso foi feito em uma tarefa nada fácil. Precisamos agora de um trabalho mais detalhado.”

Fonte: Associated Press

Deixe um comentário