Moura Dubeux lança dois empreendimentos com VGV líquido potencial de R$ 126 milhões

LinkedIn

A Moura Dubeux Engenharia informou o lançamento de dois empreendimentos residenciais, um em Salvador e outro em Recife, que juntos tem um Valor Geral de Vendas (VGV) Bruto potencial de R$ 150 milhões e VGV Líquido de R$ 126 milhões.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MDNE3) nesta segunda-feira (26). Confira o documento na íntegra.

Na cidade de Salvador, lançamos no dia 22 de abril, o Dumare, segundo projeto do ano que atinge 100% das suas unidades vendidas nos primeiros dias de comercialização. O projeto será executado sob o regime de Incorporação e possui apartamentos de 103m² com 2 ou 3 dormitórios, todos com vista para o mar e VGV Líquido potencial de R$ 61 milhões.

Na cidade de Recife, lançamos no dia 23 de abril, o Mirage. O empreendimento que possui 42 pavimentos e apartamentos de 141m² com 3 suítes, será executado sob o regime de Condomínio e tem VGV Líquido potencial de R$ 65 milhões.

Esses lançamentos, abrem o 2° trimestre e com eles, a Companhia alcança R$ 259 milhões em VGV Bruto e R$ 217 milhões em VGV Líquido nos quatro primeiros meses do ano.

Moura Dubeux informa que o volume de vendas e adesões líquidas para o 1TRI atingiu R$ 244 milhões

Moura Dubeux informa que o volume de vendas e adesões líquidas para o primeiro trimestre de 2021 atingiu R$ 244,167 milhões, alta de 272,8% sobre o mesmo período de 2020.

A maior incorporadora do Nordeste reportou também dois lançamentos no período, totalizando 331 unidades habitacionais, com valor geral de venda bruto de R$ 109 milhões. Com isso, a empresa alcançou R$ 900 milhões em novos empreendimentos nos últimos 12 meses.

Diego Villar, CEO da companhia, enfatiza, ainda, que as vendas e adesões brutas somaram R$ 1,01 bilhão nos últimos 12 meses e R$ 269 milhões no primeiro trimestre deste ano, valor superior em 248% ao registrado em igual período de 2020. “Este foi o melhor resultado para os primeiros três meses de um exercício nos últimos seis anos”.

O VSO (Venda sobre Oferta) líquido ajustado no primeiro trimestre de 2021 foi de 21,0%, situando-se 13,9 pontos percentuais acima do verificado em igual período do ano passado e ficando praticamente no mesmo nível dos três meses imediatamente anteriores (-0,7 ponto percentual). Nos últimos 12 meses, o índice foi de 45,5%. Já o VSO dos lançamentos foi de 55,6% nos últimos 12 meses e de 63,6% no trimestre.

Deixe um comentário