Antes de listagem nos EUA, Galaxy Digital anuncia compra da BitGo

LinkedIn

A Galaxy Digital, empresa de serviços financeiros com foco em criptomoedas dirigida pelo bitcoiner Michael Novogratz, disse que concordou em comprar a BitGo por US$1,2 bilhão em ações e dinheiro.

De acordo com os termos do acordo, os acionistas da BitGo receberão 33,8 milhões de novas ações ordinárias da Galaxy Digital e cerca de US$265 milhões em dinheiro, dando a ela um valor de cerca de US$1,2 bilhão com base no preço de fechamento das ações da Galaxy Digital em 4 de maio.

“A aquisição da BitGo estabelece a Galaxy Digital como um balcão único para instituições e acelera significativamente nossa missão de institucionalizar ecossistemas de ativos digitais e tecnologia de blockchain”, disse Novogratz, CEO e fundador da Galaxy.

O negócio é mais um sinal de que as fusões e aquisições estão esquentando na indústria de ativos digitais após o acordo do PayPal em março para comprar a especialista em custódia Curv.

Ele também destaca a importância dos custodiantes para essa classe de ativos. As criptomoedas são mais parecidas com dinheiro ou diamantes do que uma ação com um certificado de propriedade. Uma vez que acabou, acabou.

O objetivo da Galaxy com a aquisição é crescer seus serviços como corretora. Nesse sentido, realizar uma boa custódia dos seus ativos é essencial.

A Galaxy, listada atualmente no Canadá, também disse que “passará por um processo de domesticação” em um caminho pretendido para a listagem nos Estados Unidos ainda este ano.

No ano passado, a BitGo estava em negociações com a gigante PayPal, que ofereceu até US$750 milhões em dinheiro para a compra da empresa de custódia.

Os acionistas da BitGo deterão cerca de 10% da empresa. O CEO da BitGo, Mike Belshe, será o vice-CEO da Galaxy Digital e membro do conselho da empresa.

Espera-se que o negócio seja fechado no quarto trimestre, sujeito ao escrutínio regulatório e aprovação por voto dos acionistas da Galaxy.

Por João Victor

Deixe um comentário