AT&T anuncia acordo de US$ 43 bilhões para fundir WarnerMedia com Discovery

LinkedIn

A gigante americana de telecomunicações AT&T (NYSE:T) anunciou na segunda-feira (17) um acordo combinando sua unidade de conteúdo WarnerMedia com a Discovery, abrindo caminho para um dos maiores estúdios de Hollywood competir com rivais como os gigantes da mídia Netflix e Disney.

Segundo o acordo, a AT&T disse que receberá um valor agregado de US$ 43 bilhões em uma combinação de dinheiro, dívida e retenção de certas dívidas pela WarnerMedia. Os acionistas da AT&T receberão ações representando 71% da nova empresa, enquanto os acionistas da Discovery (NASDAQ:DISCA) deterão 29%, acrescentou.

Se aprovado pelos reguladores, o negócio reverte efetivamente o plano de anos da AT&T de combinar conteúdo e distribuição em uma empresa verticalmente integrada.

O acordo criaria um novo negócio, separado da AT&T, que poderia ser avaliado em até US$ 150 bilhões, incluindo dívidas, de acordo com o The Financial Times.

As ações da empresa de mídia americana Discovery subiram 27% no pré-mercado, enquanto o preço das ações da AT&T subiu mais de 4%.

A Discovery e a AT&T também são negociadas na B3 através da BDR (BOV:DCVY34) e (BOV:ATTB34), respectivamente.

“Este acordo une dois líderes de entretenimento com forças de conteúdo complementar e posiciona a nova empresa como uma das principais plataformas globais de streaming direto ao consumidor”, disse o CEO da AT&T, John Stankey, em um comunicado.

“Os acionistas da AT&T manterão sua participação em nossa empresa líder em comunicações, que vem com dividendos atraentes. Além disso, eles terão uma participação na nova empresa, uma líder global de mídia que pode construir uma das melhores plataformas de streaming do mundo”.

Liderança e governança

A AT&T disse que o presidente e CEO da Discovery, David Zaslav, lideraria a nova empresa. O conselho seria composto por 13 membros, sete inicialmente indicados pela AT&T, incluindo o presidente, e o Discovery indicaria seis membros, incluindo Zaslav.

“É muito empolgante combinar essas marcas históricas, jornalismo de classe mundial e franquias icônicas sob o mesmo teto e desbloquear tanto valor e oportunidade”, disse Zaslav, acrescentando que os ativos da AT&T e da Discovery “são melhores e mais valiosos juntos”.

A missão singular da nova empresa, Zaslav disse, é “focar em contar as histórias mais incríveis e se divertir muito fazendo isso”.

A AT&T é dona da CNN, HBO e Warner Bros. depois de adquirir a Time Warner, desde então renomeada para WarnerMedia, por US$ 109 bilhões em 2018. Os canais do Discovery incluem Animal Planet e Discovery Channel.

HBO e HBO Max supostamente têm cerca de 64 milhões de assinantes em todo o mundo. A Discovery disse no mês passado que atingiu 15 milhões de assinantes pagantes.

Em contraste, a Netflix tem cerca de 208 milhões de assinantes globais, enquanto a Disney + recentemente ultrapassou 100 milhões em menos de 1 ano e meio após o lançamento do serviço de streaming.

O anúncio foi feito após relatos no fim de semana de que as empresas estavam em negociações avançadas para concluir a fusão.

Deixe um comentário