Cielo informa que transferências pelo WhatsApp serão disponibilizadas a partir de hoje

LinkedIn

A Cielo informou que as transações de transferências por meio do aplicativo WhatsApp serão disponibilizadas a partir desta data aos usuários do aplicativo.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:CIEL3), nesta terça-feira (04).

No fato relevante enviado ao mercado, a Cielo afirmou que a solução é resultado do trabalho conjunto com a Visa do Brasil e Mastercard Brasil Soluções de Pagamento (Mastercard), instituidores de arranjos de pagamento, e do Facebook Pagamentos do Brasil (Facebook), instituição de pagamentos autorizada a atuar como iniciador de transações de pagamentos pelo Banco Central do Brasil.

“Por meio da solução será possível fazer transferências entre contas 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano, além de acompanhar o histórico de transações”, explicou a Cielo.

Para fazer transferências, será necessário cadastrar um cartão de débito, pré-pago ou múltiplo, de um dos emissores participantes diretamente no WhatsApp.

A companhia salientou que o “fato relevante refere-se exclusivamente a transações de transferências”.

Lucro líquido de R$ 241,3 milhões no primeiro trimestre, avanço de 44,7%

A Cielo, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, apresentou lucro líquido de R$ 241,3 milhões no primeiro trimestre deste ano, cifra 44,6% maior que o registrado no mesmo intervalo de 2020. Em relação aos três meses imediatamente anteriores, o resultado da líder das maquininhas encolheu 19,1%, quando a base de comparação é impactada pelo maior volume tradicional à época.

Já o lucro líquido recorrente de R$ 135,8 milhões no primeiro trimestre deste ano, resultado 18,6% menor do que o apurado no mesmo período de 2020 e 54,5% inferior ao do quarto trimestre. Esse valor exclui ganhos não recorrentes de R$ 105,5 milhões com a venda da Orizon, cessão e atualização monetária da plataforma Elo, além da reversão de provisões com novos projetos e reestruturações.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – caiu 20,1% e somou R$ 613,6 milhões, na mesma base de comparação.

receita operacional líquida foi de R$ 2,7 bilhões, recuo de 3,8% ante igual período do ano passado, enquanto a receita de aquisição de recebíveis líquida caiu 49,3% no trimestre e somou R$ 95,8 milhões.

Deixe um comentário