Havan retoma pedido de IPO

LinkedIn

A varejista Havan pediu novamente o registro de companhia aberta, retomando os planos com as ações.

O empresário Luciano Hang planejava vender uma fatia da icônica cadeia de lojas que têm na fachada réplicas da Estátua da Liberdade, e buscar recursos para financiar aberturas de centros de distribuição e novas lojas, além de investimentos em tecnologia e reforço no capital de giro.

IPO da Havan é cancelado e empresa tentará novamente em 2021

A rede varejista Havan desistiu de realizar sua oferta pública inicial de ações (IPO), como explicado pela CVM nesta terça-feira, 27.

De acordo com publicações feitas por algumas mídias, o empresário Luciano Hang estava tendo dificuldades no IPO. Isso porque, investidores se recusavam aceitar o valuation de R$ 100 bilhões que Hang defendia. Dessa forma, a oferta baixou para R$ 70 bilhões, e mesmo assim não saiu do papel.

Mais cauteloso

Desta vez, porém, o pedido de registro de companhia aberta não veio imediatamente acompanhado de uma solicitação para realizar uma oferta de ações, o que indica que a Havan preferiu esperar o melhor momento do mercado para a operação.

Em 30 de junho de 2020, o capital social da Havan era de R$ 300 milhões.

Estima-se que o patrimônio de Hang gire em torno de R$ 18,5 bilhões. A oferta na bolsa pode torná-lo um dos cinco mais ricos do país. Hoje ele é o 13º nessa lista.

Deixe um comentário