RNI informa que foi liquidada a 3ª Emissão de 12 Notas Promissórias Comerciais em 3 séries tendo cada uma o valor unitário de R$ 5 milhões

LinkedIn

A RNI informa que foi liquidada em 14 de maio de 2021 a 3ª Emissão de 12 Notas Promissórias Comerciais, nominativas e emitidas fisicamente, em 3 séries, tendo cada uma o valor unitário de R$ 5.000.000,00.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:RDNI3), nesta terça-feira (18). Confira documento na íntegra.

Sendo 01 Nota Comercial da primeira série e 01 Nota Comercial da segunda série e 10 Notas Comerciais da terceira série em conjunto com as demais, as “Notas Promissórias Comerciais”.

As Notas Promissórias Comerciais serão objeto de distribuição pública, com esforços restritos de distribuição, sob regime de garantia firme de colocação da totalidade das Notas Comerciais, nos termos da Lei nº 6.385, de 7 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei do Mercado de Valores Mobiliários”), da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada, da Instrução CVM n° 566, de 31 de julho de 2015, conforme alterada, e das demais disposições legais e regulamentares aplicáveis.

As Notas Promissórias Comerciais terão o seguinte prazo de vencimento: a Nota Comercial – 1ª Série terá prazo de até 365 dias contados da Data de Emissão, vencendo-se portanto em 14 de maio de 2022, a Nota Comercial – 2ª Série terá prazo de até 730 dias contados da Data de Emissão, vencendo-se portanto em 14 de maio de 2023, e as Notas Comerciais – 3ª Série terão prazo de até 1.096 dias contados da Data de Emissão, vencendo-se portanto em 14 de maio de 2024, ressalvadas, em todos os casos, as hipóteses de eventual vencimento antecipado das obrigações decorrentes das Notas Promissórias Comerciais.

Sobre o valor unitário das Notas Promissórias Comerciais (R$ 5.000.000,00) será aplicado a remuneração correspondente a CDI + 3,10%, com pagamento de juros e principal em uma única vez, na data de vencimento, ou na data de liquidação antecipada.

O valor total da emissão é de R$ 60.000.000,00, sendo os recursos obtidos com a Emissão serão utilizados recomposição de caixa da Companhia referente a investimentos realizados em ativos da Companhia e/ou para composição do caixa da Companhia.

Os demais termos e condições das Notas Promissórias Comerciais, as quais regerão a Emissão durante todo o prazo de vigência das Notas Comerciais, estarão descritas nas Cártulas, como já divulgado em Comunicado ao Mercado, divulgado em 05 de maio de 2021 pela Companhia

RNI (RDNI): lucro líquido de R$ 5,4 milhões no 1T21, alta de 179%

A construtora e incorporadora RNI, uma empresa Rodobens, iniciou o ano de 2021 com lucro líquido de R$ 5,4 milhões, 179% superior ao ano anterior.

No primeiro trimestre deste ano, o lucro bruto ajustado foi de R$ 27 milhões, 98% superior ao mesmo período no ano passado. As vendas líquidas foram de R$ 157 milhões neste trimestre, o que representou 108% em relação ao 1T20. Já no acumulado dos últimos 12 meses, as vendas foram de R$ 641 milhões.

No primeiro trimestre de 2021, os lançamentos dos produtos foco da RNI totalizaram R$ 221 milhões, 241% superior em relação ao primeiro trimestre de 2020. Até março, companhia lançou três empreendimentos, um total de 1.323 unidades. O landbank 1T21 foi de R$ 5,9 bilhões, comparado ao 1T20 houve um crescimento de 56%.

Ainda em momento atípico, a incorporadora implantou diversas ações que pudessem preservar a saúde de seus colaboradores, fornecedores e clientes e permitissem a continuidade do negócio. “O nosso foco sempre será a preservação da saúde das pessoas que colaboram direta e indiretamente conosco e dos nossos consumidores. Para isso, implementamos ações de prevenção ao coronavírus, lançamos oficialmente a plataforma digital e-commerce, tour virtual nos empreendimentos, favorecendo a experiência 100% digital do nosso cliente – que foram importantes para continuidade das nossas estratégias de negócio”, explica o CEO da RNI, Carlos Bianconi.

Deixe um comentário