Banco Inter fará uma oferta pública de distribuição primária que pode levantar R$ 5,5 bilhões com lote adicional

LinkedIn

O Banco Inter fará uma oferta pública de distribuição primária, exclusivamente para investidores profissionais. Serão ofertadas ações ordinárias e certificados de depósitos de ações (Units), representativos cada um de 1 ação ordinária e duas ações preferenciais.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:BIDI3) (BOV:BIDI4) (BOV:BIDI11) nesta terça-feira (15). Confira o comunicado na íntegra.

A Stone será o investidor âncora da operação, com o compromisso de subscrever até 4,99% do capital social total do Inter, limitado a um valor de R$ 2,5 bilhões. A oferta será composta por 71.508.802 ações ordinárias e 71.126.052 preferenciais, incluindo as ações ligadas às Units.

O preço por Unit foi fixado em R$ 57,84 e por papel ON em R$ 19,28. Dessa forma, a captação com o montante total da oferta, sem o lote adicional, seria de R$ 2,749 bilhões, valor que chega a R$ 5.499 bilhões com o lote adicional.

A Oferta será coordenada pelo Banco Bradesco, BTG Pactual, Bank of America, Itaú BBA, J.P. Morgan e pela UBS Brasil.

Lucro líquido de R$ 20,8 milhões no 1T21, revertendo prejuízo

Banco Inter registrou lucro líquido de R$ 20,8 milhões no primeiro trimestre, revertendo prejuízo de R$ 8,4 milhões registrado no primeiro trimestre do ano passado.

O Inter encerrou março com 10,2 milhões de clientes, com expansão anual de 106%.

As receitas totais atingiram R$ 541,8 milhões no 1T21, crescimento anual de 95%, impulsionadas pelas receitas de prestação de serviços.

Deixe um comentário