Banco Inter pretende realizar potencial oferta pública primária de certificados de depósito de ações

LinkedIn

O Banco Inter está avaliando realizar uma potencial oferta pública primária (follow-on) de certificados de depósito de ações, cada um representativo de 1 ação ordinária e 2 ações preferenciais de emissão do Inter; e ações ordinárias e preferenciais de emissão do Inter; no valor fixado de R$ 19,28 por ação ordinária e preferencial e R$ 57,84 por Unit.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:BIDI11) nesta segunda-feira (07). Confira o comunicado na íntegra.

A empresa escolheu, para atuarem como coordenadores da Potencial Oferta, o Bradesco BBI, BTG Pactual, Bank of America, Itaú BBA, Banco J.P. Morgan, e UBS Brasil.

A administração do Inter convocou Assembleia Geral Extraordinária, a realizar-se, em primeira convocação, em 24 de junho de 2021, para aprovar a alteração do Estatuto Social, com o objetivo de aumentar o capital autorizado, dos atuais R$ 5 bilhões, para o valor de R$ 12 bilhões.

Adicionalmente, a Potencial Oferta deverá contar com compromisso da StoneCo Ltd. de subscrever ações ordinárias e/ou Units correspondentes à participação acionária mais próxima, que possa ser obtida, sem exceder a 4,99% do capital social total do Inter (em bases totalmente diluídas, considerando o capital social após a Potencial Oferta), limitado a um valor do investimento de R$ 2,5 bilhões.

Até o presente momento, o Inter não definiu nem aprovou a efetiva realização de qualquer oferta pública de distribuição de ações ordinárias, ações preferenciais e/ou Units, tampouco seus termos e condições, observadas as características descritas neste fato relevante, ou quaisquer outras possíveis operações para captação de recursos.

Lucro líquido de R$ 20,8 milhões no 1T21, revertendo prejuízo

Banco Inter registrou lucro líquido de R$ 20,8 milhões no primeiro trimestre, revertendo prejuízo de R$ 8,4 milhões registrado no primeiro trimestre do ano passado.

O Inter encerrou março com 10,2 milhões de clientes, com expansão anual de 106%.

As receitas totais atingiram R$ 541,8 milhões no 1T21, crescimento anual de 95%, impulsionadas pelas receitas de prestação de serviços.

Deixe um comentário