BRF investirá R$ 643 milhões para ampliar sua produção nas unidades catarinenses

LinkedIn

A BRF investirá R$ 643 milhões para ampliar sua produção nas unidades catarinenses de Capinzal e Concórdia e para erguer uma nova fábrica de linguiça cozida em Videira, também em Santa Catarina. O anúncio foi feito pelo CEO empresa, Lorival Luz, durante reunião virtual com o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BRFS3) nesta quarta-feira (09).

As ampliações em Capinzal e Concórdia devem gerar 159 novos empregos e o aporte em Videira, 250, segundo a companhia.”Geramos 21,2 mil empregos diretos e contamos com mais de 4,7 mil produtores integrados.

Queremos avançar na nossa agenda de crescimento rumo à Visão 2030 e seguindo nosso propósito de levar vida melhor a todos com integridade, segurança e qualidade”, disse o CEO global da BRF, Lorival Luz. A BRF tem unidades em seis municípios catarinenses e produz 125 mil toneladas de alimentos por mês. Desse volume, 40 mil toneladas são para exportação, segundo o Valor.

Lucro líquido de R$ 22 milhões no 1T21, revertendo prejuízo

A BRF, dona de Sadia e Perdigão, reportou ontem um lucro líquido de R$ 22 milhões no primeiro trimestre, mas os indicadores demonstraram os desafios de repassar o aumento de custos para o consumidor final. Nos três primeiros meses de 2020, a empresa divulgou prejuízo de R$ 38 milhões.

A disparada do preço dos grãos começou a afetar os resultados da BRF de modo mais notável, pressionando as margens da empresa.

Segundo a companhia, o trimestre ainda foi impactado por gastos associados ao combate dos efeitos da Covid-19, que foram de R$ 80 milhões. Excluindo-se esses impactos, haveria um lucro líquido de R$ 103 milhões.

Informações BDM

Deixe um comentário