Eletrobras: Fiesp afirma que privatização da companhia poderá causar prejuízos de R$ 400 bilhões aos brasileiros

LinkedIn

A Fiesp afirmou que a privatização da Eletrobras (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6) poderá causar prejuízos de R$ 400 bilhões aos brasileiros. Desse total, cerca de R$ 300 bilhões seriam provenientes de aumentos na conta de luz no período de 30 anos.

A proposta de contratação das térmicas chamadas de inflexíveis, que geram energia sem parar, pode elevar em R$ 50 bilhões os custos nas tarifas no período de 20 anos.

A Fiesp argumenta que haverá gastos adicionais de R$ 30 bilhões em duas décadas com reserva de mercado para pequenas centrais hidrelétricas.

A Fiesp também considera R$ 20 bilhões referentes à renovação de contratos “antigos e caros” de geradoras pelo Proinfa, informa a Folha.

Eletrobras (ELET3): lucro líquido de R$ 1,6 bilhão no 1T21, alta de 31%

Eletrobras fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 1,609 bilhão, uma alta de 31% frente aos R$ 1,228 bilhão de igual período do ano passado.

Segundo a estatal, o lucro do primeiro trimestre sofreu o impacto positivo dos resultados da transmissão, em decorrência da Revisão Tarifária Periódica com efeitos a partir de julho de 2020.

O resultado da última linha do balanço poderia ser ainda melhor se não fosse pelas provisões para contingências de R$ 932 milhões, com destaque para R$ 436 milhões relativos às contingências judiciais que discutem a correção monetária de empréstimo compulsório

A receita operacional líquida atingiu R$ 8,208 bilhões no período, 8% superior ao mesmo trimestre do ano anterior. A receita operacional líquida recorrente, que engloba receita do Procel, registrou alta 8% e somou R$ 8,200 bilhões na mesma base de comparação.

Informações BDM

Deixe um comentário