S&P 500 subiu para um novo fechamento recorde na quinta-feira; Nasdaq disparou 0,8%

LinkedIn

O S&P 500 atingiu o máximo histórico na quinta-feira (10), com os investidores ignorando um importante relatório de inflação que mostrava um aumento maior do que o esperado nas pressões de preços.

O S&P 500 subiu +0,47%, para uma alta recorde de fechamento de 4.239,18. O índice também atingiu um recorde intradiário de 4.249,74, ultrapassando sua alta de 7 de maio, depois que o mercado negociou lateralmente por um mês. O Dow Jones avançou 19,10 pontos, ou +0,06%, para 34.466,24, enquanto o Nasdaq Composite subiu +0,78% para 14.020,33 pontos.

O índice de preços ao consumidor, que representa uma cesta que inclui alimentos, energia, mantimentos e preços em uma gama de bens, aumentou 5% em relação ao ano anterior. Economistas consultados pela Dow Jones esperavam um ganho de 4,7%.

O medo de um aumento da inflação pesou sobre o mercado de ações no mês passado, com os investidores preocupados que o salto nos preços aumentará os custos para as empresas, provocará um movimento de alta nas taxas de juros e fará com que o Federal Reserve remova sua política monetária fácil.

Muitos economistas também disseram que o aumento nos custos dos carros usados ​​no mês pode ter distorcido a leitura da inflação. Os preços de carros e caminhões usados ​​aumentaram mais de 7%, respondendo por um terço do aumento total no mês, de acordo com o Bureau of Labor Statistics. O salto nos preços dos carros usados ​​provavelmente reflete um fenômeno temporário relacionado à pandemia e ao fornecimento de automóveis.

Um relatório separado divulgado na quinta-feira mostrou que os pedidos de auxílio-desemprego para a semana encerrada em 5 de junho chegaram a 376.000, contra uma estimativa do Dow Jones de 370.000. O total ainda marcava o mais baixo da era pandêmica.

As ações da UPS (UPS, UPSS34) subiram cerca de 1% após uma alta do JPMorgan. As ações da Boeing (BA, BOEI34) e da Delta Air Lines (DAL, DEAI34)  também subiram. Saiba Mais…

O varejista de videogames GameStop (GME) caiu 27%, mesmo depois que a empresa escolheu o ex-executivo da Amazon Matt Furlong para ser seu próximo CEO e disse que as vendas aumentaram 25% no último trimestre. A empresa também disse que pode vender até 5 milhões de ações adicionais.

Deixe um comentário