Banco da China mantém taxa de juros em 3,85% pelo 15º mês consecutivo

LinkedIn

O Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) manteve a taxa de juros de referência para empréstimos no país em 3,85% pelo décimo quinto mês consecutivo, de acordo com comunicado da instituição.

A taxa de referência de um ano para o crédito (LPR, na sigla em inglês) registrou sua última variação em abril de 2020, quando o banco central reduziu de 4,05% nos meses de fevereiro e março. A LPR para cinco anos também não sofreu alterações e ficou em 4,65%.

A taxa, estabelecida em agosto de 2019, é calculada a partir das contribuições para preços de vários bancos – incluindo pequenos credores que tendem a ter maiores custos de financiamento e maior exposição a empréstimos inadimplentes – e visa a reduzir os custos de empréstimos e apoiar a “economia real”.

Em um movimento surpreendente no dia 9 de julho, o Pboc reduziu a taxa de compulsório bancário (RRR, na sigla em inglês) em 0,5 ponto percentual (pp). O corte de RRR foi seguido por uma rolagem parcial da linha de crédito de médio prazo.

“Com dados econômicos mais fracos, isso sugere que os riscos econômicos estão aumentando. Dito isso, não achamos que esses eventos mais recentes devam desencadear uma nova rodada de mudanças nas taxas de juros de política” monetária, segundo analistas do ING, em relatório.

“A trajetória de crescimento econômico não mudou, mas o risco de empréstimos inadimplentes devido às reformas de desalavancagem em incorporadores imobiliários e fintech está aumentando”, acrescentaram os analistas.

(Com informações do TC e CMA)

Deixe um comentário