Credit Suisse diz que resultados da Weg ficaram acima das expectativas, mas mantém recomendação de venda

LinkedIn

Segundo Credit Suisse, os resultados do segundo trimestre da WEG (BOV:WEG3), foram fortes e ficaram acima das expectativas, acompanhando a boa demanda doméstica e uma aceleração nas vendas no mercado externo aliadas ao desempenho estável dos produtos de ciclo longo em geração, transmissão e distribuição de energia.

A Weg registrou lucro líquido de R$ 1,134 bilhão no segundo trimestre de 2021, o que representa um crescimento de 120,6% ante o apurado em igual período do ano passado.

Segundo a empresa o resultado foi positivamente impactado pelo reconhecimento dos créditos tributários referentes à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e COFINS. Além disse o lucro também teve um impacto positivo do resultado financeiro, de R$ 129,9 milhões, e um aumento no imposto de renda auferido destes créditos, de R$ 147,5 milhões.

Desconsiderando estes efeitos não recorrentes, o lucro líquido seria de R$ 851,9 milhões no trimestre, um crescimento de 65,6% em relação a mesma etapa de 2020, com uma margem líquida de 14,8%. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 1,392 bilhão, com avanço de 90,2% ante o mesmo intervalo do ano passado. A margem Ebitda ficou em 24,2% ante 18% do segundo trimestre de 2020.

De acordo com o relatório: “O aumento do custo contribuiu para a redução de 1 ponto da margem Ebitda para 19%, o que acreditamos pode ter impacto também nos próximos trimestres. Vale ressaltar, porém, que apesar da compressão de margem no trimestre, o Ebitda ainda superou a projeção do Credit devido ao crescimento da receita líquida mais forte do que o esperado”.

Os analistas Regis Cardoso, Alejandro Zamacona e Henrique Simões mantiveram a recomendação de venda da ação e o preço-alvo de R$ 9,25.

Deixe um comentário