Ford eleva sua perspectiva de 2021 após surpreendente lucro do segundo trimestre

LinkedIn

Ford Motor (NYSE:F) elevou sua projeção de ganhos para o ano depois de reportar um lucro surpreendente no segundo trimestre, dizendo que a demanda por veículos novos lucrativos, como o Ford Bronco SUV, aumentará seu desempenho.

As ações da Ford mais que dobraram desde que Jim Farley se tornou CEO em outubro, incluindo um salto de mais de 50% até agora neste ano.

A Ford Motor também é negociada na B3 através da BDR (BOV:FDMO34), a um último preço de R$ 71,98 reais por ação. O máximo de 52 semanas da BDR é de R$ 83,10, e o mínimo, R$ 34,54 reais.

Resultados da Ford em comparação com estimativas médias compiladas pela Refinitiv:

  • Lucro por ação: 13 centavos por ação ajustados contra uma perda de 3 centavos por ação
  • Receita automotiva: US$ 24,13 bilhões vs US$ 24,25 bilhões

Sua receita ficou ligeiramente abaixo das expectativas devido à contínua escassez global de chips semicondutores, que continua a interromper a produção da montadora. A Ford disse na quarta-feira que o fornecimento de peças críticas está melhorando, mas perdeu a produção de cerca de 700.000 veículos durante o segundo trimestre.

A Ford aumentou sua expectativa de lucro ajustado para o ano inteiro antes dos impostos em cerca de US$ 3,5 bilhões, para algo entre US$ 9 bilhões e US$ 10 bilhões. O volume de vendas deve aumentar cerca de 30% do primeiro para o segundo semestre do ano, impulsionado por uma melhora nos fatores de mercado, segundo a empresa.

“Nossos resultados do segundo trimestre foram melhores do que o esperado”, disse o CFO John Lawler na quarta-feira. “Estamos prontos para o crescimento”.

Os recentes lançamentos de veículos da Ford variam desde o crossover elétrico Mustang Mach-E e o F-150 redesenhado até dois novos modelos Bronco, incluindo o SUV “big Bronco”.  Ele também revelou e começou a aceitar reservas para uma versão totalmente elétrica de sua picape F-150,  que deve chegar em meados do próximo ano, e uma nova picape pequena chamada Maverick.

Os resultados estavam em linha com as orientações atualizadas da Ford. A empresa disse que seu lucro antes dos impostos ajustado para o segundo trimestre superaria suas expectativas e seria “significativamente melhor do que no ano anterior”, enquanto o lucro líquido  seria “substancialmente menor” do  que no mesmo período do ano passado.

A empresa relatou um lucro líquido de US$ 1,1 bilhão e uma perda antes dos impostos ajustada de US$ 1,9 bilhão durante o segundo trimestre de 2020.

Em abril, a Ford previu seu lucro antes dos impostos ajustado para o ano na faixa de US$ 5,5 bilhões a US$ 6,5 bilhões, incluindo um efeito adverso de  cerca de US$ 2,5 bilhões da escassez de semicondutores. Esse impacto foi o limite máximo de uma perda previamente guiada devido ao problema.

Além dos ganhos da Ford e de qualquer mudança na orientação, os analistas de Wall Street buscarão atualizações sobre o plano de recuperação Ford + do CEO Jim Farley, a escassez de chips semicondutores e o lançamento de novos produtos.

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

Deixe um comentário