Iguá Saneamento desiste do pedido de registro de sua oferta pública inicial de distribuição primária e secundária de ações

LinkedIn

A Iguá Saneamento apresentou perante a CVM a desistência do pedido de registro de sua oferta pública inicial de distribuição primária e secundária de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal de emissão da Companhia.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:IGSN3) nesta quinta-feira (01). Confira o comunicado na íntegra

A Iguá informou sobre a decisão, mas não detalhou os motivos.

Vale lembrar que a companhia protocolou seu pedido de registro de IPO no início de dezembro do ano passado.

Processo de IPO 

A Iguá Saneamento retomou o seu processo de IPO pela terceira vez. No último dia 27 de novembro, a empresa havia comunicado a desistência da oferta.

De acordo com o fato relevante divulgado nesta segunda-feira (07), a Iguá Saneamento pretende abrir seu capital na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) através de uma oferta pública de distribuição primária, quando os recursos são direcionados ao caixa da companhia; e secundária, naquela em que os acionistas vendem fatias de suas posições.

Cancelamento da transação

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia de saneamento informa que desistiu do seu registro de IPO. A Iguá Saneamento não informou as razões para o cancelamento da transação.

O pedido de abertura de capital havia sido protocolado no dia 1º de setembro e seria uma oferta pública de distribuição primária e secundária.

Retomada do processo de IPO em setembro de 2020

Iguá Saneamento anunciou nesta terça-feira que pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a retomada do processo de registro de sua oferta pública inicial primária e secundária de ações (IPO, na sigla em inglês).

A companhia, que tem entre os acionistas o braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDESPar), havia pedido registro para a oferta em agosto do ano passado, mas interrrompeu a operação devido às condições adversas do mercado.

Deixe um comentário