Cesp: Squadra passa a deter o equivalente a 20,06% das ações preferenciais classe B de emissão da Companhia

LinkedIn

A Cesp recebeu correspondência enviada pela Squadra Investimentos informando que fundos de investimento e investidores não residentes geridos pela mesma aumentaram a sua participação acionária no capital social da Companhia, passando a deter 42.308.287 ações preferenciais classe B, conforme detalhamento a seguir, equivalentes a 20,06% das ações preferenciais classe B de emissão da Companhia.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:CESP6) nesta quinta-feira (05). Confira o documento na íntegra.

A referida participação da Squadra é representada por 27.284.287 ações preferenciais classe B de emissão da Companhia, e 15.024.000 ações preferenciais classe B referenciadas em instrumentos derivativos de liquidação física.

A Squadra é detentora, ainda, de exposição econômica vendida por meio de instrumentos derivativos de liquidação física referenciados em 15.024.000 ações preferenciais classe B de emissão da Companhia. A Squadra declarou ainda que as operações realizadas não objetivam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da Companhia.

A Cesp pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 13 de agosto.

Prejuízo líquido de R$ 18 milhõesno 2T21

Cesp, Companhia Energética de São Paulo, reportou prejuízo líquido de R$ 18 milhões no segundo trimestre. Em contrapartida, apresentou forte geração de fluxo de caixa no período, ao somar R$ 274 milhões, após o serviço da dívida, com índice de conversão de caixa de 123%.

Em relação aos demais indicadores financeiros, a companhia elétrica apresentou crescimento de receita líquida, totalizando R$ 525 milhões, 8% a mais que no mesmo período do ano passado, em função principalmente das operações de trading de sua unidade comercializadora.

O Ebitda ajustado, que mede o resultado operacional, foi de R$ 222 milhões, retraiu 23%, reflexo da crise hídrica e efeitos não recorrentes que ocorreram no 2° trimestre de 2020.

Deixe um comentário