Hermes Pardini (PARD3): lucro líquido de R$ 70,8 milhões no 2T21, aumento de 906,8%

LinkedIn

Hermes Pardini registrou lucro líquido de R$ 70,8 milhões no segundo trimestre de 2021, um novo recorde para a companhia, apresentando aumento de 906,8% quando comparado com o segundo trimestre de 2020, informou a companhia.

A receita líquida da empresa totalizou R$ 520,7 milhões no trimestre encerrado em 30 de junho, número 103% acima dos R$ 257 milhões reportados um ano atrás.

ebitda – lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização –atingiu R$ 150,9 milhões no 2T21, apresentando aumento de 332,7% em relação ao 2T20. A margem ebtida, por sua vez, atingiu 29,0% no 2T21, ante 13,6% no 2T20.

O aumento de margem se deve, principalmente, pela alavancagem operacional da Companhia, retomada dos exames ex COVID -19, repasse de preços no L2L, aumento dos exames toxicológicos e base comparativa menor no 2T20 devido ao início do impacto da pandemia de COVID -19 a partir da segunda quinzena de março de 2020.

As despesas operacionais (com vendas, gerais e administrativas e outras), como percentual da receita líquida, apresentou redução de 17,6% no 2T20 para 12,0% no 2T21, em função do crescimento de nosso faturamento com controle eficaz dos recursos e gastos da Companhia.

A receita bruta no 2T21 atingiu o recorde histórico de R$ 561 milhões, valor esse que superou nosso orçamento em duplo dígito percentual.

No encerramento do 2T21, a Companhia apresentou dívida financeira líquida de R$121,8 milhões, representando um grau de alavancagem.

Os resultados da Hermes Pardini (BOV:PARD3) referente suas operações do segundo trimestre de 2021 foram divulgados no dia 16/08/2021. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

Safra

O Safra lembra que a alta foi impulsionado pela recuperação de testes não Covid, aumentos de preços na divisão L2L e forte alavancagem operacional.

“Embora as receitas relacionadas à Covid tenham perdido a força, os testes não Covid foram capazes de mais do que compensar e contribuir para uma robustez do crescimento da receita”, completa.

A divisão para laboratório L2L veio forte com vendas e cliente 13% maior no trimestre devido ao sólido crescimento do volume e também ajustes de preços.

“A divisão de toxicologia também teve um bom desempenho, pois os volumes estão sendo impulsionados por uma mudança na legislação que cortou pela metade o tempo para renovar veículos de grande porte e carteiras de habilitação”, completa.

Safra tem recomendação de compra com preço-alvo de R$ 33,00…

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário