OceanPact estuda captar R$ 420 milhões no mercado de renda fixa

LinkedIn

A OceanPact Serviços Marítimos informou que estuda a captação de recursos no mercado local de renda fixa no valor de até R$ 420 milhões.

O fato relevante foi feito pela companhia (BOV:OPCT3) nesta segunda-feira (23). Confira o comunicado na íntegra.

A empresa engajou o Banco Itaú BBA, o Banco Bradesco BBI, o Banco ABC e Banco BV para atuarem, em conjunto, como coordenadores, sendo o Itaú BBA o coordenador líder da operação.

Caso a potencial captação seja realizada, esta será conduzida em conformidade com a legislação e a regulamentação aplicáveis e os recursos obtidos poderão ser aplicados da seguinte forma: a compra de embarcação e robôs submarinos; e a otimização da estrutura de capital da Companhia, incluindo o pré-pagamento de dívida existente.

A potencial captação, caso concluída, poderá ser garantida por bens e/ou ativos de propriedade da companhia, a serem definidos em comum acordo com os Coordenadores.

Ressalta-se que, neste momento, a Companhia não realiza qualquer lançamento de oferta de captação no Brasil ou em qualquer outra jurisdição.

A Potencial Captação está sujeita, ainda, às condições do mercado de capitais brasileiro, às aprovações societárias necessárias da Companhia, à celebração dos contratos definitivos, à conclusão satisfatória dos procedimentos usuais em operações análogas, ao cumprimento de demais condições precedentes da operação, dentre outros fatores alheios à vontade da Companhia.

Deixe um comentário