Petrobras inicia produção de petróleo e gás natural do FPSO Carioca, primeira plataforma no campo de Sépia

LinkedIn

A Petrobras iniciou a produção de petróleo e gás natural do FPSO Carioca, primeira plataforma no campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) nesta segunda-feira (23).

A FPSO Carioca (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás), que é afretada junto à Modec, possui capacidade de processamento diário de até 180 mil barris de óleo e de comprimir até 6 milhões de m³ de gás natural, segundo comunicado ao mercado. Está localizada a 200 km da costa do Estado do Rio de Janeiro, a 2.200 metros de profundidade.

O projeto prevê a interligação de sete poços produtores e quatro poços injetores ao FPSO. O escoamento da produção de petróleo será feito por navios aliviadores, enquanto a produção de gás será escoada pelas rotas de gasodutos do pré-sal.

O projeto também conta com sistema de remoção de CO2 presente no gás produzido e de reinjeção na jazida, o que deve reduzir o lançamento de dióxido de carbono na atmosfera e melhorar a recuperação de óleo.

A jazida compartilhada de Sépia é composta pelos campos de Sépia e Sépia Leste, localizados em áreas da Cessão Onerosa e Concessão (BM-S-24), respectivamente, operada pela Petrobras (97,6%), em parceria com a Petrogal Brasil S.A. (2,4%).

Informações Broadcast

Deixe um comentário