Vero protocola pedido para realizar uma oferta pública inicial de ações na CVM

LinkedIn

A Vero, controlada pela Vinci Partners, protocolou pedido para realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

De acordo com a minuta do prospecto preliminar arquivado na CVM, a oferta será constituída de distribuição primária, ou seja, quando os recursos levantados vão diretamente para o caixa da empresa, e secundária, quando os atuais acionistas vendem parte de suas fatias.

Além disso, ela ainda poderá ser acrescida de lotes adicional, de até 20% do total de ativos inicialmente ofertados, e suplementar, de até 15% do total.

Vale destacar que o lote principal será inteiramente primário. Somente os suplementares serão secundários.

Segundo o jornal Estadão, a companhia pretende pode movimentar cerca de R$ 1 bilhão com o IPO, devendo informar o preço de cada papel em setembro deste ano.

A operação será coordenada por Itaú BBA (líder), UBS BB, BTG Pactual, Santander, XP e J.P Morgan.

Além disso, no exterior, serão realizados esforços de colocação dos ativos pelo Itau BBA USA, UBS Securities, BTG Pactual US Capital, Santander Investment Securities, XP Investments US e pelo J.P Morgan Securities.

Informações Trademap

Deixe um comentário