Blockstream faz parceria para criar mineradoras verdes de Bitcoin

LinkedIn

A Blockstream, empresa focada em blockchain liderada por Adam Back, irá desenvolver e gerenciar instalações de mineração de Bitcoin com emissão zero de carbono, sendo as primeiras a serem construídas na América do Norte.

A iniciativa da empresa ganhará vida por meio de uma parceria com um banco de investimento independente multinacional australiano – Macquarie Group. A empresa com sede no Canadá continua com seus esforços para minimizar os danos ambientais causados ​​pela mineração de Bitcoin.

A iniciativa mais recente vem por meio de uma parceria com a Macquarie – uma gigante australiana de serviços financeiros com mais de US$ 400 bilhões sob gestão.

Ambas as partes trabalharão em instalações de mineração de Bitcoin com emissão zero, sendo as primeiras a ver a luz do dia na América do Norte. O comunicado não forneceu um prazo preciso  de quando estará operacional, mas disse que a iniciativa tem “o potencial de escalar em estágios conforme a infraestrutura de energia verde é implantada”.

Este é o segundo anúncio da Blockstream em relação ao desenvolvimento de instalações de mineração verde para Bitcoin nos últimos meses.

Em junho deste ano, a empresa fez uma parceria com a gigante de serviços financeiros de Jack Dorsey, Square, para lançar uma instalação de mineração BTC movida a energia solar nos EUA.

Além disso, a empresa recentemente levantou US$ 210 milhões para usar os fundos na fabricação de chips de mineração. Assim, sua avaliação total ultrapassou os US$ 3 bilhões.

Por João Victor

Deixe um comentário