Bom dia ADVFN - Divulgação do IBC-Br e dados fracos da China no radar

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  15 de Setembro de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Bolsas mundiais: Os índices futuros americanos avançam após dados sobre inflação mais fracos do que o esperado.

Na Ásia, os índices fecharam em sua maioria quedas, com investidores reagindo à divulgação de dados sobre vendas no varejo relativos a agosto na China, que indicaram que as vendas no varejo cresceram em um ritmo muito mais lento do que o esperado, de 2,5%, frente a 7% antecipados por analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters. A produção industrial cresceu abaixo da expectativa, em 5,3% em agosto, frente à expectativa de alta de 5,8%. As ações recuaram no Japão, Hong Kong e China, onde a economia enfraqueceu devido às medidas para conter a variante delta. A escalada regulatória de Pequim segue prejudicando o setor de tecnologia da China e as ações de cassinos de Macau. A crise financeira da chinesa Evergrande Group também está em foco, com funcionários notificando os bancos de que a empresa não poderá pagar os juros de empréstimos com vencimento em 20 de setembro. Em Hong Kong, o índice Hang Seng perdeu 1,6%. Ações do setor de cassinos tiveram fortes perdas em meio a temores sobre regulações mais rígidas, após Macau iniciar uma consulta pública sobre jogos. Na China continental, o Shanghai composto recuou 0,17%; no Japão, o Nikkei recuou 0,52%; e na Coreia do Sul, o Kospi avançou 0,15%.

Na Europa, os índices operam em queda. O índice Stoxx 600 tem uma leve alta, com destaque negativo para ações do setor de viagem e lazer, que têm queda de 1,1%, enquanto que aquelas do setor de petróleo e gás avançam 0,6%. Investidores se mantêm atentos para as eleições de 26 de setembro na Alemanha, que definirá a sucessão da chanceler Angela Merkel. As pesquisas indicam que a disputa está acirrada e o resultado é incerto. No Reino Unido, a inflação subiu 3,2% em agosto em relação ao mesmo mês do ano anterior, após uma alta de 2% em julho na mesma comparação, de acordo com dados do Escritório para Estatísticas Nacionais. Foi o maior patamar em nove anos. Além disso, o avanço de 1,2 ponto percentual em um mês foi o mais forte desde o início do registro dos dados, em 1997.  Na  terça-feira o Instituto para Finanças Internacionais (IFF na sigla em inglês) afirmou que a dívida global cresceu ao patamar recorde de US$ 300 trilhões no segundo trimestre. Mas a relação entre dívida e PIB recuou pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid.

Nos Estados Unidosos mercados operam no terreno positivo no momento. Na terça, o Dow Jones caiu 0,8%, em meio a temores de investidores quanto ao ritmo de recuperação econômica e as próximas medidas a serem adotadas pelo Federal Reserve e o S&P recuou 0,6%, e o Nasdaq perdeu 0,5%. Foi o quinto dia de perdas consecutivas para o Nasdaq. E em seis dos últimos sete dias o Dow registrou perdas. O mês de setembro é, historicamente, negativo para as bolsas americanas, que registram em média queda de 0,56% no mês desde 1945, segundo dados da CFRA. O rendimento dos títulos de 10 anos caiu para cerca de 1,28%. A inflação nos EUA foi menor do que a prevista em agosto, mas ainda elevada, deixando o debate sobre se as pressões sobre preços sem solução imediata. A aproximação do fim do ano levanta algumas questões interessantes nos EUA: os investidores passam a acompanhar mais de perto o debate sobre o teto da dívida americana, o pacote de impostos do presidente Joe Biden, os gastos com infraestrutura e a redução dos juros pelo Fed.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 71,47, com alta de 1,43%. O Brent opera em alta de 1,35%, negociado a US$ 74,59.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$  47.120,52 (+2,72%). O ouro  é negociado a US$ 1.803,25 por onça-troy (-0,21%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian registram queda de 2,94%, cotados a 692,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 107,64 (nas últimas 24 horas).

Coronavírus

O mundo registra 225.879.178 de casos de coronavírus e 4.650.798 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

Painel Vacinas Covid-19 Brasil:  Doses Distribuídas pela União: 256.447.760. Doses aplicadas: 203.824.841.

Depois de um adiamento de duas semanas, o município do Rio começa nesta quarta-feira, 15, a exigir vacinação contra a covid-19 em dia para permitir acesso a espaços de uso público, medida que apresenta resultados animadores antes de vigorar. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, desde o primeiro anúncio da exigência houve redução no número de pessoas com vacina em atraso. Também foi notado aumento na procura pelo imunizante nos postos espalhados pela cidade. O movimento começou após a publicação da primeira medida, em 18 de agosto.

Depois de ficar duas semanas sem fazer entregas da vacina contra a covid-19 ao Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) voltou a enviar, ontem, doses do imunizante da AstraZeneca ao governo federal. Foram liberadas 1,7 milhão de doses, e outras unidades ainda devem ser entregues nesta semana. Dessa forma, a expectativa é de que se retome a conclusão da imunização de pessoas que foram aos postos de saúde procurar a segunda dose da vacina produzida pela Fiocruz, mas não a encontraram.

Brasil

Passa a valer a partir de hoje a redução de intervalo entre as doses da vacina da Pfizer, conforme afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A partir de agora, o intervalo de aplicação entre a primeira e a segunda dose da Pfizer cai dos atuais 90 dias para 21 dias. A redução do prazo tem como objetivo frear os casos da variante Delta, mais contagiosa que as variantes anteriores. “Eram doze semanas, agora serão oito semanas. Então, a partir do dia 15 há como assegurar vacinas para isso. Se, por ventura, a AstraZeneca, por conta de questões operacionais faltar, eventualmente, pode se usar a intercambialidade. Agora, o critério não pode ser ‘faltou um dia já troca’, senão a gente não consegue avançar”, explicou o ministro.

Poderes

Prestes a ser oficializada, a fusão entre DEM e PSL deve criar uma megapotência partidária. A nova legenda deve nascer com 81 deputados federais e conquistar o posto de maior bancada na Câmara, com força para decidir votações importantes e ter peso significativo num eventual processo de impeachment de Jair Bolsonaro. Será a primeira vez em vinte anos que a direita reúne tantos parlamentares em uma única agremiação. A última vez foi no segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso, quando o PFL (atual DEM) elegeu 105 representantes.

Justiça

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu ao Planalto a Medida Provisória (MP) assinada por Jair Bolsonaro (sem partido) que alterava o Marco Civil da Internet.  Minutos após a decisão, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber também suspendeu a eficácia da MP, atendendo pedido do procurador-geral da República Augusto Aras que recomendou a suspensão. Na sessão de ontem, o Senado entendeu que a MP 1.068/2021 desrespeita os requisitos fundamentais previstos na Constituição.

Economia

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou na terça-feira, 14, que não vai alterar o plano de voo de política monetária a cada número novo de alta frequência de inflação que seja divulgado. Mas frisou que a taxa básica de juros será levada aonde for preciso para alcançar a meta de inflação. “Vamos levar a Selic aonde precisar, mas não vamos reagir sempre a dados de alta frequência”, disse. Depois da surpresa negativa do IPCA de agosto (0,87%), o mercado passou a considerar um aumento entre 1,25 e 1,50 ponto porcentual na Selic na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), nos dias 21 e 22 deste mês, o que seria uma aceleração do passo ante a última reunião, quando houve alta de 1 ponto. O presidente do BC afirmou que nunca houve tantos choques de inflação em um período tão curto no Brasil, destacando as altas nos preços de alimentos, energia elétrica e combustíveis. Campos Neto também falou sobre os repasses feitos pela Petrobras no preço dos combustíveis. “A Petrobras repassa preços muito mais rápido do que ocorre em outros países”, disse, ao justificar o efeito da alta de commodities (produtos básicos, incluindo petróleo) na inflação brasileira.

A piora do quadro econômico, com aumento da inflação e um risco político elevado, tem feito economistas de instituições financeiras reduzirem as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano e o ano que vem. Após o resultado abaixo do esperado do PIB do segundo trimestre, o Itaú Unibanco reduziu na terça-feira sua expectativa de crescimento da atividade em 2021, de 5,7% para 5,3%. Diante do cenário de juros mais elevado, o banco também diminuiu a projeção para 2022, de 1,5% para 0,5%.

Agenda Econômica

🇬🇧 Índice de preços consumidor anual mensal (03h00)
🇪🇺 Índice de preço ao consumidor mensal e anual (06h00)
🇧🇷 Índice de atividade IBC-Br BC mensal (09h00)⭐️
🇺🇸 Índice de manufatura Empire State mensal (09h30)
🇺🇸 Variação de preço de bens importados e exportados mensal (09h30)
🇺🇸 Produção industrial (10h15)
🇺🇸 Variação de estoques de petróleo EIA semanal (11h30) ⭐️
🇧🇷 Fluxo cambial semanal (14h30)
🇯🇵 Balança comercial mensal (20h50)

Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice encerrou o dia em baixa de 0,19%, a 116.180 pontos, depois de ter passado a maior parte do pregão no azul. Pesou no índice a desvalorização das ações da Vale (VALE3), que caíram 0,59%, acompanhando o preço do minério de ferro na China, e da Petrobras (PETR3 e PETR4), que recuaram 0,52% e 1,03%, respectivamente.

O presidente da petrolífera, general Joaquim Silva e Luna, participou de sessão da  Comissão Geral da Câmara dos Deputados, onde afirmou que, em momento de altos preços de combustíveis e crise energética, o Brasil pode contar com a Petrobras e que a nação ganha quando a companhia paga dividendos e tributos. Os comentários, feitos nas primeiras participações de Luna na audiência em meio a uma série de questionamentos e críticas de deputados sobre a política de preços da empresa, ocorreram após o próprio presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), dizer na véspera que a “Petrobras deve ser lembrada: os brasileiros são seus acionistas”.

Maiores altas do Ibovespa

CASH3: +15,10% a R$ 7,70
LWSA3: +8,21% a R$ 25,32
PETZ3: +3,89% a R$ 27,00
CSAN3: +3,89% a R$ 23,50
ENEV3: +3,42% a R$ 16,93

Maiores baixas do Ibovespa

DXCO3: -3,07% a R$ 18,61
CVCB3: -2,93% a R$ 21,56
BRFS3: -2,89% a R$ 23,89
CIEL3: -2,79% a R$ 2,44
UGPA3: -2,55% a R$ 14,51

Dólar    

dólar comercial: encerrou o dia cotado a R$ 5,2580, com alta de 0,67%. A moeda-norte americana foi impactada principalmente pelo discurso do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, alegando que a taxa básica de juros irá subir até onde for necessário, porém sem sobressaltos a cada indicador divulgado.

Juros

O DI para janeiro de 2022 caiu 28 pontos-base a 7,00%, DI para janeiro de 2023 teve queda de 30 pontos-base a 8,85%, DI para janeiro de 2025 recuou nove pontos-base a 10,04% e DI para janeiro de 2027 ficou estável a 10,47%.

Ifix   

O índice fechou o dia em alta de 0,03%, aos 2.728,31 pontos. Na mínima do dia o índice bateu em 2.726,20 pontos, enquanto a máxima foi de 2.735,56 pontos. No acumulado para setembro, o índice concentra uma queda de 0,78%. Já no ano, recua 4,93%. A movimentação financeira foi de R$ 205,97 milhões.

🏭  ** Carteiras de Fundos Imobiliários de setembro de 2021 ** 🏭

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, estadão.

Deixe um comentário