Alibaba subiu 9% na quarta-feira: Jack Ma aumenta recursos de computação em nuvem com novo chip e anuncia novos data centers

LinkedIn

As ações da Alibaba em Hong Kong subiram até 9% na quarta-feira (20), após relatos de que seu fundador Jack Ma viajou para a Europa e após o lançamento de um novo chip.

A ação reduziu alguns desses ganhos e fechou em alta de 6,6%.

Na terça-feira, a publicação East Week, de Hong Kong, relatou que Ma havia viajado para a Espanha no fim de semana com seus amigos bilionários e parceiros de negócios para passar férias em um barco a vela. O relatório citou uma fonte que não pôde ser identificada devido a considerações de confidencialidade.

O South China Morning Post, que pertence ao Alibaba (NYSE:BABA), publicou posteriormente um artigo relatando que Ma estava na Espanha para uma viagem de estudos de agricultura e tecnologia relacionada a questões ambientais.

O paradeiro de Ma tem sido tema de intensa discussão desde que ele saiu da vista do público em outubro passado, após um discurso no qual ele parecia criticar os reguladores chineses.

Não tenho dúvidas de que o fato de Jack Ma não estar mais desaparecido teria um impacto de pelo menos 10% no preço das ações do Alibaba. – Tariq Dennison, gestor de ativos da GFM

A oferta pública inicial do gigante de fintech de Ma, Ant Group, foi posteriormente suspensa. Desde então, o setor de tecnologia da China também está sob intenso escrutínio dos reguladores.

As empresas de tecnologia da China viram bilhões de dólares serem eliminados de suas avaliações. As ações da Alibaba listadas nos EUA caíram mais de 23% no acumulado do ano.

O Alibaba também é negociado na B3 através do ticker (BOV:BABA34).

Em janeiro, quando Ma reapareceu pela primeira vez desde o discurso de outubro, as ações do Alibaba subiram naquele dia.

Novo chip

O Alibaba também divulgou algumas notícias relacionadas ao seu negócio de nuvem esta semana. Na terça-feira, a empresa lançou um novo chip projetado para servidores em uma tentativa de aumentar seus recursos de computação em nuvem. O chip, chamado Yitian 710, entrará em servidores chamados Panjiu.

O objetivo é alimentar aplicativos de inteligência artificial na nuvem do Alibaba.

A empresa espera que os chips personalizados possam ajudá-la a se destacar dos rivais no competitivo mercado de computação em nuvem.

A nuvem é vista como uma parte fundamental do crescimento futuro do Alibaba. Atualmente, responde por 8% do faturamento total da empresa. O comércio eletrônico continua sendo seu negócio principal.

“Vejo o movimento de hoje como apenas parte de uma recuperação/correção reversa mais ampla, onde as ações do Alibaba estão agora 30% abaixo de suas mínimas no início deste mês, mas ainda 35% abaixo de suas máximas de fevereiro”, disse Dennison por e-mail.

Novos Data Centers

O Alibaba planeja abrir seus primeiros data centers na Coreia do Sul e na Tailândia em 2022, enquanto a gigante de tecnologia chinesa busca expandir seus negócios em nuvem ainda mais no exterior.

A gigante do comércio eletrônico é a principal empresa de computação em nuvem na China, mas tem se concentrado em expandir sua presença internacionalmente, especialmente em outras áreas da Ásia, incluindo Cingapura, Filipinas e Indonésia, enfrentando gigantes dos EUA como Amazon e Microsoft.

Os data centers locais podem ajudar as empresas nesses países ou regiões a acessar os serviços em nuvem do Alibaba. Eles também podem ajudar as empresas chinesas a expandir sua presença no exterior.

O Alibaba anunciou os planos na quarta-feira em sua Conferência Apsara, juntamente com uma série de outros novos produtos em nuvem.

Deixe um comentário