Weg (WEGE3): lucro líquido de R$ 812,925 milhões, crescimento de 26,2%

LinkedIn

A fabricante de equipamentos elétricos WEG encerrou o terceiro trimestre de 2021 com lucro líquido de R$ 812,925 milhões, o que representa um crescimento de 26,2% ante igual etapa do ano passado. O resultado veio acima do consenso de mercado de R$ 793 milhões.

 O resultado representa uma queda de 28,4% frente ao primeiro trimestre deste ano — período impactado por créditos referentes à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e Cofins.

A receita operacional líquida da fabricante de motores elétricos, equipamentos e hélices para a indústria eólica avançou 29,1% no mesmo intervalo, totalizando R$ 6,2 bilhões no terceiro trimestre e R$ 17,03 bilhões no acumulado do ano até setembro, um aumento de 37% ante os primeiros nove meses de 2020.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – somou R$ 1,14 bilhão no período, crescimento de 22,3% no trimestre. Já a margem Ebitda atingiu 18,5%, queda de 1 p.p. na comparação ano a ano.

“O desempenho do trimestre mostrou-se positivo em todas as áreas de negócios, apesar dos recentes aumentos dos custos operacionais, reflexo da melhora da atividade industrial e da boa demanda por nossos produtos e serviços nos mercados onde atuamos”, diz a mensagem da administração, que destacou a boa demanda do mercado de energia brasileiro.

A margem bruta caiu 1,6% no terceiro trimestre ante o segundo para 28,8%. A empresa destaca em seu release de resultados que os aumentos nos custos das principais matérias-primas que compõem a estrutura de custos, notadamente o aço e o cobre, em conjunto com a alteração no mix de produtos, foram fatores decisivos para a redução das margens operacionais neste trimestre, apesar da continuidade dos esforços de redução de custos e melhorias de processos, que proporcionaram ganhos de produtividade, em especial nas operações no exterior.

As despesas de Vendas, Gerais e Administrativas (VG&A) consolidadas totalizaram R$ 663,6milhões, um aumento de 17,5% sobre o ano passado 0e um aumento de 4,2% sobre o segundo trimestre. Quando analisadas em relação à receita operacional líquida elas representaram 10,7%, 1,1 ponto porcentual menor em relação ao mesmo intervalo do ano passado e 0,4 ponto porcentual menor ante o segundo trimestre.

O retorno sobre o capital investido (ROIC) atingiu 31,3% no 3T21, alta de 8 pontos porcentuais.

Investimentos e dívida

No trimestre a empresa investiu R$ 225 milhões em modernização e expansão de capacidade produtiva, máquinas e equipamentos e licenças de uso de softwares, sendo 59% destinados às unidades produtivas no Brasil e 41% destinados aos parques industriais e demais instalações no exterior.

O endividamento bruto ao final de setembro era é R$ 1,635 bilhão. O prazo total do endividamento era de 9,7 meses ao final do trimestre, sendo de 18,5 meses referente à parcela de longo prazo. Em dezembro de 2020 estes valores eram de 18,5 meses e de 21,8 meses, respectivamente.

Os resultados da Weg (BOV:WEGE3) referentes suas operações do terceiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 27/10/2021. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

Credit Suisse

O Credit Suisse comentou os dados da WEG, cuja receita líquida no terceiro trimestre ficou 7% acima de suas expectativas. O Ebitda ficou 7% acima e a receita líquida, em linha.

O banco avalia os dados como positivos. Eles contemplam os principais pilares de sua tese de investimento por meio de um ritmo forte de crescimento e retorno sobre o capital investido (Roic em inglês) em níveis altos, de 31%, frente a 32% no trimestre anterior, mesmo com pressão de preços. A margem Ebitda recuou 1 ponto percentual na comparação trimestral, a 18,5%, como esperado, diz o Credit.

XP Investimentos

A XP também destacou que a WEG reportou sólidos números no trimestre, com a receita refletindo um desempenho de positivo tanto do mercado interno (alta de  41% na base anual) quanto externo (alta de 20% na comparação anual).

No nível de rentabilidade, a margem Ebitda em leve queda refletiu a pressão de custo já esperada sobre as matérias-primas, com ROIC permanecendo em um nível forte de cerca de 31%.

Finalmente, o lucro líquido ficou cerca de 9% acima das estimativas de XP e 4% acima das estimativas de consenso.

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário