Banco Pan (BPAN4): lucro líquido de R$ 191 milhões

LinkedIn

O Banco Pan encerrou o terceiro trimestre de 2021 com lucro líquido de R$ 191 milhões, 5% menor em relação ao lucro de R$ 202 milhões do Segundo trimestre e 12% maior frente um ano.

Entre julho e setembro o banco originou uma média mensal de R$ 2,340 bilhões em novos créditos, frente aos R$ 2,429 bilhões (2tri21) e aos R$ 1,748 bilhões de um ano antes, registrando uma queda de 3,7% no trimestre pelo recuo mais acentuado do consignado, e um aumento de 31,1% frente em 12 meses.

Segundo o banco, o destaque do trimestre foi o início da operação de EP FGTS que apresentou crescimento exponencial totalizando R$ 1,5 bilhão em novos créditos. Nas operações de crédito consignado, o Pan originou R$ 3,01 bilhões no terceiro trimestre, frente aos volumes de R$ 4,660 bilhões (2TRI21) e aos R$ 3,615 bilhões (3tri20). Em veículos, foram originados R$ 2,325 bilhões em novos financiamentos, com queda de 8% em comparação segundo trimestre, e alta de 36% frente ante um ano.

O retorno anualizado sobre patrimônio líquido médio foi de 13,6% no 3T21, frente ao retorno de 13,2% no mesmo período do ano passado (3T20).  O retorno ajustado anualizado (não auditado) foi de 18,4%, frente aos retornos de 20,6% no segundo trimestre e de 21,5% no mesmo período do ano passado.

A Carteira de Crédito Expandida encerrou o 3 trimestre de 2021 com saldo de R$ 33.262 milhões, apresentando crescimento de 3% em relação ao saldo de R$ 32.355 milhões no encerramento do 2T21, e crescimento de 31% em relação ao saldo de R$ 25.300 milhões do 3 trimestre de 2020.

No terceiro trimestre de 2021, o indicador de créditos vencidos acima de 90 dias sobre a carteira foi de 5,8% frente a 5,4% no segundo, em linha com a média histórica e evoluindo conforme mudança de mix do portfólio.

O indicador de créditos vencidos entre 15 e 90 dias sobre a carteira total do terceiro trimestre de 7,5%, em linha com o apresentado no  e 0,2 ponto porcentual maior do que o 7,3% do 2T20. O banco segue fazendo a gestão da carteira de crédito de forma conservadora e acompanhando os desdobramentos da pandemia de Covid-19 e seus possíveis impactos na economia.

O NIM Gerencial foi de 19,3% frente aos 20,5% de igual período do ano passado. Para o banco, o patamar se manteve alto, e está relacionado aos spreads robustos das operações de crédito, a expansão das novas.

A despesa líquida de provisão de créditos totalizou R$ 378 milhões, frente aos R$ 285 milhões do segundo trimestre e aos R$ 300 milhões do terceiro trimestre de 2020.

Número de clientes

“Nossa estratégia de negócio é sustentada por 3 pilares de atuação: crescimento, engajamento e monetização. No terceiro trimestre, ampliamos o awareness da nossa marca, firmamos uma parceria estratégica com o Luciano Huck, e seguimos investindo em mídias digitais e na consolidação da marca PAN. Como resultado dessa estratégia, crescemos nossa base em 52 mil novos clientes por dia útil, sendo que 43% entraram via fluxo orgânico em setembro”, destaca a administração em seu release de resultados.

O banco fechou o terceiro trimestre com 15,2 milhões de clientes, sendo 52% de clientes ativos. A emissão de novos cartões de crédito, chegou a 708 mil no trimestre, um crescimento de 74% frente aos 408 mil cartões emitidos em igual etapa de 2020.

Os resultados da Banco PAN (BOV:BPAN4) referentes às suas operações do terceiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 03/11/2021. Confira o Press release na íntegra!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário