Petróleo fecha em alta, depois de forte queda após divulgação da variante Ômicron

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam em alta, com o WTI alcançando ganhos de 2,64% à medida que o mercado se recupera da forte queda da sexta-feira após a divulgação da variante Ômicron do coronavírus.

Segundo analistas, a recuperação nos preços, tanto do WTI como do Brent, ocorre após uma preocupação dos mercados que foi considerada excessiva. No pregão da última sexta, o WTI caiu 13%, pior dia desde abril de 2020.

“Ainda poderemos ver algumas oscilações depois dos tremendos danos vistos no último pregão, mas as apostas são de que o mercado precificou além da conta a destruição de demanda que deveria acontecer”, afirma o analista da The Price Future Group, Phil Flynn.

Outros analistas também creditam a alta volatilidade dos preços à reunião que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, liderados pela Rússia, decidiram adiar, para discutir os impactos da variante Ômicron na economia global. Anteriormente marcada para amanhã, a reunião foi remarcada para a próxima quinta-feira.

O cartel também irá analisar a tendência de oferta e demanda de petróleo, após os Estados Unidos e outros países, na última semana, anunciarem que irão abastecer o mercado global com suas reservas estratégicas. A iniciativa visa diminuir a alta de preços dos combustíveis e de energia, principais vilões no combate à alta da inflação pelo mundo.

Com isso, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para janeiro subiu 2,64%, cotado a US$ 69,95 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para janeiro avançou 0,99%, cotado a US$ 73,44 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário