Ser Educacional: Cade aprova a aquisição de 100% do capital social da Fael

LinkedIn

A Ser Educacional comunica que a Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou, sem restrições, a aquisição de 100% do capital social da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL), exclusivamente na modalidade de Ensino Digital, pela 3L Digital, subsidiária da Ser Educacional.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:SEER3) nesta sexta-feira (26).

A transferência efetiva da participação para a Companhia e a liquidação financeira do valor da Aquisição ainda estão sujeitas ao cumprimento de determinadas condições precedentes que são comumente aplicáveis neste tipo de operação, constantes dos documentos da operação.

Ser Educacional anuncia compra da Fael por R$ 280 milhões

A Ser Educacional anunciou hoje a compra, por meio da sua subsidiária 3L Tecnologias Educacionais e Soluções Digitais, da Sociedade Técnica Educacional da Lapa (FAEL), mantenedora da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL), com atuação em todo o território nacional, exclusivamente na modalidade de Ensino Digital (ou Ensino à Distância – EAD), por R$ 280 milhões.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa destaca que o valor está sujeito a um ajuste de capital de giro e dívida líquida da FAEL, bem como ao pagamento de um earn-out de até R$ 17,5 milhões condicionado ao atingimento de determinadas metas de performance pela FAEL.

Ser Educacional (SEER3): lucro líquido de R$ 7,5 milhões no 3T21

A Ser Educacional teve lucro líquido de R$ 7,5 milhões no terceiro trimestre deste ano, revertendo prejuízo de R$ 1,3 milhão em igual período do ano passado, segundo demonstrações financeiras enviadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Esses resultados foram fortalecidos por uma temporada sólida de captação e rematrícula de alunos, tanto nos segmentos de ensino híbrido quanto digital, com desempenho superior inclusive ao ano de 2019 (pré-pandemia), e foram ainda impulsionados pelas aquisições recentes da UNIFACIMED, UNESC e UNIFASB, 100% consolidadas pela primeira vez nos resultados desse trimestre.

A receita líquida da companhia foi de R$ 324,083 milhões no terceiro trimestre, uma alta de 20,3% na mesma base de comparação. O resultado financeiro ficou negativo em R$ 37,373 milhões no terceiro trimestre, ante resultado negativo de R$ 32,768 milhões de um ano antes.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado somou 67,956 milhões entre julho e setembro, com avanço de 24% ante igual etapa de 2020. Sem ajuste, o Ebitda foi de R$ 79,036 milhões, avanço de 47,7% ante um ano.

Deixe um comentário