Taxas de transação do Bitcoin caíram mais de 50% este ano

LinkedIn

De acordo com dados da YCharts, a taxa média de transação do Bitcoin (COIN:BTCUSD) caiu de US$ 4,40 para US$ 1,80 este ano, uma redução de 57,97%. Esse aumento pode ser atribuído a vários fatores.

Uma explicação é que a rápida expansão da Bitcoin Lightning Network, na qual as transações estão fora da blockchain, pode ter sido um catalisador.

A saber, a rede Bitcoin cobra uma taxa para cada transação. Este pagamento é então dividido entre os mineradores. Quando a rede está congestionada e a demanda por processamento de transações ultrapassa em muito a oferta dos mineradores, os usuários frequentemente pagam mais.

Em 21 de abril, a taxa média de transação na rede Bitcoin atingiu uma alta histórica de US$ 62,8 por transação, já que as paralisações das mineradoras na China desaceleraram a produção de blocos em um momento em que a demanda por Bitcoin era robusta.

A queda nos custos pode ser atribuída ao fato de os mineradores de Bitcoin (COIN:BTCBRL) se tornarem menos céticos e não perderem o interesse no processamento de transações. Quando isso acontece, cai a dificuldade de mineração, que mede o quão difícil é validar uma transação de Bitcoin.

Outra possível razão para o custo de transação em declínio é o descongestionamento do mempool, que é a coleta de todas as transações pendentes antes de serem confirmadas. Quando uma transação é enviada para a rede Bitcoin, ela permanece no mempool até receber a confirmação. Como cada bloco BTC tem um cerca de 1 MB, um grande mempool pode encorajar os mineradores a favorecer transações mais lucrativas.

Durante essas instâncias, os clientes começam a pagar mais para que suas transações não fiquem presas no mempool. Isso aumenta o custo geral da transação na rede Bitcoin.

O tamanho do mempool Bitcoin tem estado bem abaixo de sua capacidade máxima, conforme mostrado pelo gráfico abaixo.

A contagem média de transações também caiu significativamente nos últimos meses. Em uma média por dia, havia mais de 350.000 transações no início de 2021, mas esse número agora caiu para entre 250.000 e 213.000 transações por dia.

Outra possível explicação para o declínio nos custos de transação é que os comerciantes e detentores de Bitcoin tendem a usar menos BTC. Uma queda na demanda faz com que o custo por token caia, o que diminui as taxas de transação.

Enquanto isso, as taxas da Ethereum também despencaram com o resto do mercado de criptomoedas. A taxa de transação média da rede Ethereum era de US$ 4,90 no momento da publicação, tendo atingido um pico de US$ 69,92 em 12 de maio de 2021.

Com o início de uma nova semana, o Bitcoin (BTC) está de volta a US$ 57.000, encerrando algumas semanas tumultuadas que viram o preço despencar.

Por Cointelegraph

Deixe um comentário