Bank of New York Mellon (BK, BONY34) supera as expectativas do quarto trimestre

LinkedIn

O Bank of New York Mellon (NYSE:BK) divulgou resultados do quarto trimestre que foram mais fortes do que o esperado. Impulsionado pelo crescimento robusto em Ativos sob custódia (AUC) e Ativos sob gestão (AUM), o BK superou as estimativas de ganhos e receitas.

No entanto, no momento da redação deste artigo às 14h38 (horário de Brasília) de terça-feira (18), as ações da holding americana de serviços bancários de investimento caíram cerca de -2,2%.

Desempenho do quarto trimestre

O banco divulgou lucro de US$ 1,01 por ação, um ganho de 28% ano a ano, superando as estimativas dos analistas de US$ 0,99 por ação. A empresa reportou lucro de US$ 0,79 por ação para o período do ano anterior.

Além disso, as receitas aumentaram 4% ano a ano, para US$ 4 bilhões e excederam as estimativas de consenso de US$ 3,95 bilhões. O aumento nas receitas refletiu um aumento de 4% na receita de tarifas, impulsionado por valores de mercado e volumes de clientes mais altos, e parcialmente compensado por maiores isenções de tarifas do mercado monetário.

Notavelmente, o AUM aumentou 10%, para US$ 2,4 trilhões, enquanto os Ativos sob custódia (AUC) cresceram 14%, para US$ 46,7 trilhões, impulsionados por entradas líquidas de clientes e valores de mercado mais altos, e parcialmente compensados ​​por um dólar mais forte.

A provisão para perdas de crédito foi um benefício de US$ 17 milhões para o trimestre, enquanto as despesas totais sem juros aumentaram 1% para US$ 3,0 bilhões.

Notavelmente, a empresa retornou US$ 5,7 bilhões, ou 160% de seus lucros aos acionistas por meio de dividendos ordinários e recompras de ações durante o ano.

Comentários do CEO

O CEO do Bank of New York, Todd Gibbons, comentou: “O ritmo de inovação em toda a empresa, inclusive em áreas como ativos digitais, pagamentos em tempo real, o Futuro das Garantias e Pershing X – para citar apenas alguns – me dá um ótimo confiança em nossas perspectivas de crescimento”.

Olhando para o futuro, ele acrescentou: “Ao olharmos para 2022 e além, esperamos um crescimento de EPS de dois dígitos, pois estamos determinados a continuar apresentando um crescimento orgânico consistente que, juntamente com a expectativa atual de taxas mais altas, deve nos permitir gerar resultados operacionais positivos, alavancagem e, ao mesmo tempo, continuar investindo no crescimento e na eficiência de nossos negócios.”

Visão Geral de Wall Street

No geral, a ação tem uma classificação de consenso de compra moderada (moderate buy) com base em 8 Buy, 5 Hold e 1 Sell. O preço-alvo médio do BNY Mellon de US$ 66,50 implica um potencial de alta de 4,6% em relação aos níveis atuais. As ações subiram 39% no ano passado.

O Bank of New York Mellon também é negociado na B3 através do ticker (BOV:BONY34).

Com informações de TipRanks.

Deixe um comentário