Intel (INTC, ITLC34) reforça fabricação com investimento de US$ 20 bilhões em Ohio

LinkedIn

A Intel (NASDAQ:INTC) disse na sexta-feira (21) que investirá mais de US$ 20 bilhões em duas novas fábricas de chips em Ohio, enquanto busca aumentar sua capacidade de produção em meio à escassez global de semicondutores usados ​​em tudo, de smartphones a carros.

A Intel também é negociada na B3 através do ticker (BOV:ITLC34).

A medida faz parte da estratégia do presidente-executivo Pat Gelsinger para restaurar o domínio da Intel na fabricação de chips e reduzir a dependência dos Estados Unidos dos centros de fabricação asiáticos, que têm um controle semelhante ao do mercado.

“Essas fábricas criarão um novo epicentro para a fabricação de chips avançados nos EUA, que reforçará o pipeline doméstico de laboratório para fabricação da Intel”, disse Gelsinger em comunicado.

Enquanto os fabricantes de chips estão lutando para aumentar a produção, os planos da Intel para novas fábricas não vão aliviar a atual crise de oferta, porque esses complexos levam anos para serem construídos. Gelsinger disse anteriormente que esperava que a escassez de chips durasse até 2023.

Para aumentar drasticamente a produção de chips nos Estados Unidos, o governo Biden está fazendo um grande esforço para convencer o Congresso a aprovar US$ 52 bilhões em financiamento.

“Este projeto é um passo crucial no crescimento da capacidade de fabricação de chips nos Estados Unidos”, disse o vice-secretário de Comércio, Don Graves, em um comunicado separado, referindo-se ao anúncio da Intel. Gelsinger se reunirá com Biden na Casa Branca ainda nesta sexta-feira, disse a Intel.

A Intel perdeu para a Samsung Electronics como um dos principais fornecedores de semicondutores em 2021 e caiu para o segundo lugar com um crescimento de 0,5% no ano passado, apresentando a menor taxa de crescimento entre os 25 principais fornecedores, mostraram dados do Gartner.

Como parte de seu plano de recuperação para se tornar um grande fabricante de chips para clientes externos, a Intel inaugurou duas fábricas no Arizona em setembro. As fábricas de US$ 20 bilhões elevarão para seis o número total de fábricas da Intel em seu campus no subúrbio de Chandler, em Phoenix.

O investimento planejado em Ohio no que poderia ser um complexo de oito fábricas custará dezenas de bilhões de dólares e criará 3.000 empregos permanentes e 7.000 empregos de construção no local de 1.000 acres em Licking County, nos arredores de Columbus.

Espera-se que o novo investimento da Intel atraia parceiros e fornecedores de equipamentos e materiais semicondutores.

A Air Products (APD, A1PD34), Applied Materials (AMAT, A1MT34), LAM Research (LRCX, L1RC34) e Ultra Clean Technology (UCTT) mostraram interesse em estabelecer uma presença na região, disse a Intel.

O planejamento para as duas primeiras fábricas começará imediatamente, com a construção prevista para o final de 2022 e a produção começando em 2025.

Deixe um comentário