Microsoft (MSFT, MSFT34) tem lucro líquido de US$ 18,77 bilhões no 2T22; salto de 21%

LinkedIn

A Microsoft (NASDAQ:MSFT) divulgou lucros e receitas acima do esperado para o segundo trimestre fiscal, após o fechamento do mercado de terça-feira (25). A ação negociada na Nasdaq caiu cerca de -7,5% nas negociações estendidas, momentos depois da divulgação do relatório.

A Microsoft também é negociada na B3 através do ticker (BOV:MSFT34).

As ações MSFT34 encerraram a terça-feira em queda de -4,3%, com um preço de fechamento de R$ 65,43 reais.

Resultados:

  • Lucro por ação (EPS): US$ 2,48 por ação, ajustado, contra US$ 2,31 por ação esperados pelos analistas consultados pela Refinitiv.
  • Receita: US$ 51,73 bilhões, contra US$ 50,88 bilhões esperados.

 

A receita aumentou 20% ano a ano no trimestre, de acordo com um comunicado, em comparação com o crescimento de quase 22% no trimestre anterior. O lucro líquido da Microsoft de US$ 18,77 bilhões aumentou 21%.

A empresa teve US$ 36,77 bilhões em receita não obtida (unearned revenue) no final do ano, abaixo do consenso da StreetAccount de US$ 36,90 bilhões.

O segmento Intelligent Cloud da Microsoft, que contém a nuvem pública do Azure, GitHub e produtos de servidor como o Windows Server, gerou US$ 18,33 bilhões em receita. Isso resulta em um crescimento de 25,5%, e é um pouco mais do que o consenso de US$ 18,30 bilhões entre os analistas consultados pela StreetAccount.

A receita do Azure e de outros serviços em nuvem cresceu 46%. A expectativa era de 46%, de acordo com uma pesquisa da CNBC com 15 analistas, enquanto os analistas consultados pela StreetAccount buscavam um crescimento de 45,3% no Azure. A Microsoft não divulga a receita do Azure em dólares.

A receita do segmento de More Personal Computing, que inclui Windows, publicidade, dispositivos e jogos, totalizou US$ 17,47 bilhões. Isso representa um aumento de 15,5% e acima do consenso da StreetAccount de US$ 16,56 bilhões.

A Microsoft disse que as vendas de licenças do Windows aumentaram 25% no quarto trimestre. A empresa de pesquisa do setor de tecnologia Gartner estimou que as remessas de PCs caíram 5%.

A receita de hardware do Xbox aumentou 4% com a passagem do aniversário de um ano do lançamento dos consoles Xbox Series X e Series S da Microsoft. No trimestre anterior, a receita de hardware do Xbox aumentou 166%. O componente de jogos da Microsoft tornou-se mais notável para os investidores este mês depois que a empresa anunciou planos para adquirir a Activision Blizzard, a editora por trás das franquias “Call of Duty” e “Diablo”, por US$ 68,7 bilhões, o maior negócio dos 46 anos de história da Microsoft.

O segmento de Produtividade e Processos de Negócios, que inclui Office, Dynamics e LinkedIn, registrou US$ 15,94 bilhões em receita, representando um crescimento de 19%. Analistas consultados pela StreetAccount esperavam US$ 15,86 bilhões.

No fechamento de terça-feira, as ações caíram 14% desde o início de 2022, em meio a uma ampla venda de ações de tecnologia, à medida que os investidores se preparam para o aumento das taxas de juros. As ações estão no ritmo de seu pior mês desde 2010.

Durante o trimestre, a Microsoft lançou o Windows 11 como o sucessor do Windows 10 e apresentou o Surface Laptop SE de US$ 249 para uso escolar que executa uma versão especial do Windows 11. A empresa também anunciou a aquisição do Ally.io , cujo software ajuda as empresas a permanecerem topo dos principais objetivos.

A orientação será particularmente importante, pois os investidores procuram indicações de como as restrições da cadeia de suprimentos e a inflação estão influenciando as receitas e lucros futuros. Analistas consultados pela Refinitiv esperam que a Microsoft preveja US$ 48,23 bilhões em receita para o terceiro trimestre fiscal, o que implica um crescimento de 15,6%.

Os executivos discutirão os resultados e emitirão orientações em um webcast que será transmitido pelo aplicativo Microsoft Teams a partir das 19h30 (horário de Brasília).

Crescimento de produtos e serviços da Microsoft - Captura de Tela/CNBC

Crescimento de produtos e serviços da Microsoft – Captura de Tela/CNBC

Com informações de CNBC

Deixe um comentário