Ouro fecha estável, com mercado se ajustando antes da decisão do Fed e de olho nas tensões relacionadas à Ucrânia

LinkedIn

O contrato mais líquido do ouro fechou perto da estabilidade, com mercado se ajustando antes da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e de olho nas tensões geopolíticas relacionadas à Ucrânia.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro subiu 0,03%, a US$ US$ 1.842,6 por onça-troy.

De acordo com a TD Securities, o impulso de alta do ouro, visto ontem, lutou para se firmar à medida que o mercado continua a incluir aumentos adicionais de taxa pelo Fed, com um total de quatro aumentos precificados para 2022, a primeira em março. “Os metais preciosos parecem vulneráveis a uma consolidação de alta”, destaca a consultoria.

Para Edward Moya, da Oanda, o ouro está lentamente recuperando seu ritmo à medida que os rendimentos dos Treasuries continuam a cair em relação às altas recentes. “O ouro não fez muito hoje, já que a demanda de porto seguro era leve, pois as ações se recuperavam. Um grande curinga para o ouro é o que acontecerá com as tensões Rússia-Ucrânia, mas os riscos estão crescendo e um ataque em pequena escala pode acontecer. Riscos geopolíticos e inflação global crescente devem continuar fornecendo suporte subjacente ao ouro daqui para frente”, afirmou em relatório enviado a clientes.

Informações Estado

Deixe um comentário