Petróleo fecha em alta, em meio a crescentes tensões geopolíticas na Europa Oriental e no Oriente Médio

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam o dia em alta superior a 2%, recuperando parte do terreno perdido ontem, devido a preocupações com possíveis interrupções no fornecimento em meio a crescentes tensões geopolíticas na Europa Oriental e no Oriente Médio.

Os preços do petróleo atingiram máximas de sete anos na semana passada, impulsionados pela oferta mundial apertada e pela demanda global ressurgente.

Ontem, no entanto, os preços caíram com as ações ao redor do mundo em meio a preocupações com a mudança de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de reduzir o estímulo econômico.

Hoje, no entanto, as tensões geopolíticas motivaram novamente os preços. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse que está colocando forças de prontidão e reforçando a Europa Oriental com mais navios e caças, no que a Rússia denunciou como “histeria” ocidental em resposta ao acúmulo de tropas na fronteira com a Ucrânia.

No Oriente Médio, o movimento Houthi do Iêmen, alinhado com o Irã, lançou ontem um ataque de mísseis contra os Emirados Árabes Unidos que teve como alvo uma base que hospeda os militares dos Estados Unidos, mas foi frustrado por interceptadores Patriot norte-americanos.

Enquanto isso, os estoques de petróleo dos Estados Unidos mais baixos também estão fornecendo suporte, com os estoques de petróleo em torno do ponto de entrega do NYMEX WTI em Cushing, em Oklahoma, no menor nível para a época do ano desde 2012.

“Acho que a volatilidade continuará a ser um problema, devido ao fato de termos visto muita volatilidade do dólar e, claro, a reunião de amanhã do Fed deve causar instabilidade. No entanto, este é um mercado que deve continuar a encontrar compradores”, afirmam analistas do FX Empire, Christopher Lewis.

Os investidores do portfólio aumentaram suas posições otimistas em petróleo pela quinta semana consecutiva, quando o pior da última onda de infecções por coronavírus passou e os governos começaram a suspender as restrições a negócios e viagens.

O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para fevereiro subiu 2,23%, cotado a US$ 85,60 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para março avançou 2,24%, cotado a US$ 86,27 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário