Bom dia ADVFN - Decisão do Banco Central Europeu, PEC dos combustíveis e Selic de dois dígitos no radar

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  03 de fevereiro de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

📣  Confira as principais manchetes dos jornais de hoje 📰

Bolsas mundiais:  Os futuros americanos operam no negativo marcada por decisão do Banco Central Europeu e com resultados abaixo do esperado da Meta Platforms.

Na Ásia, as bolsas fecharam com resultados variados, em meio a preocupações quanto ao crescimento global e à continuidade de tensões geopolíticas, além do bom desempenho dos mercados americanos nas negociações de overnight. O Kospi reabriu após o feriado do Ano Novo Lunar e registrou alta. Mas bolsas da China continental e de Hong Kong continuam fechados por conta das festividades.

Na Europa, os mercados operam no terreno negativo. O índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, recua, com destaque negativo do setor de tecnologia. Investidores aguardam o resultado do próximo encontro do Banco Central Europeu. A inflação na Zona do Euro continua a ser um foco de preocupação após alta de 5,1% em janeiro, apesar da expectativa de que recuasse a 4,4%. O Banco da Inglaterra também anuncia nesta quinta-feira sua decisão mais recente de política monetária, também em meio a temores inflacionários. A expectativa do mercado é de que haja uma segunda alta consecutiva na taxa referencial de juros pela primeira vez desde 2004. Os preços do petróleo têm quedas apesar da continuidade da tensão na fronteira da Ucrânia. Na quarta-feira, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros países com grande produção (Opep+) chegou ao consenso de que deve haver uma elevação de 400 mil barris por dia na produção de petróleo em março. Os preços do barril são negociados próximos ao patamar recorde, em parte por conta das tensões geopolíticas envolvendo a Rússia, que é membro da Opep+. A petroleira Shell divulgou lucro líquido ajustado de US$ 19,29 bilhões no quarto trimestre, acima da estimativa de analistas do mercado.

Nos Estados Unidos,  os índices operam em baixa expressiva no momento. Os papéis da Meta Platforms (dona de Facebook, WhatsApp e Instagram) recuaram mais de 21% no after market após a empresa divulgar resultados trimestrais abaixo da expectativa do mercado. A empresa também divulgou uma projeção (“guidance” em inglês) sobre receitas trimestrais abaixo da expectativa. Os papéis de outras empresas donas de redes sociais também recuaram. O Snap perdeu 16% após o fechamento, e o Twitter, 8%. As ações do Spotify caíram 10,2% após a empresa divulgar dados trimestrais que indicam desaceleração no crescimento do número de novos assinantes. Apesar disso, na quarta-feira o Dow avançou mais de 200 pontos, enquanto que o S&P teve alta de 0,9%, e o Nasdaq, de 0,5%. Os resultados foram impulsionados pelo setor de tecnologia, após alta de 7,3% nos papéis da Alphabet, dona do Google.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 87,38 com baixa de 0,99%. O Brent opera em baixa de 0,92%, negociado a US$ 88,65.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 36.990,59  (-3,63%). O ouro  é negociado a US$ 1.803,65 por onça-troy (-0,36%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: A bolsa de Dalian não abriu devido ao feriado.

Coronavírus

O mundo registra 385.174.432 de casos de coronavírus e 5.702.043 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

“Cepa de Deus”, “vírus vacinal” e “presente de Natal antecipado” foram alguns dos termos usados para descrever a variante Ômicron do SARS-CoV-2 no fim de 2021, quando ela foi identificada na África do Sul.Estudos têm sugerido que essa linhagem do novo coronavírus é de fato menos agressiva que as anteriores, entre outros fatores, por ter uma capacidade menor de invadir o tecido pulmonar. Por outro lado, a maior afinidade com as células das vias aéreas superiores parece ter conferido à Ômicron um poder de disseminação que tem sido comparado ao do sarampo – um dos patógenos mais contagiosos já descritos.Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Ômicron contamina cem pessoas a cada três segundos no mundo. No Brasil isso tem se refletido em recordes sucessivos de casos diários de Covid-19. Somente na sexta-feira (28), foram registradas 269.968 novas infecções. A média móvel de casos nos sete dias anteriores foi de 25.034.806. Para especialistas ouvidos pela Agência Fapesp, o fato de o número de internações e mortes por Covid-19 não estar crescendo na mesma proporção deve-se mais à imunidade prévia da população – seja pela vacinação ou por infecções anteriores – do que às características intrínsecas do vírus.

As pessoas que não são vacinadas contra a Covid-19 têm 97 vezes mais chances de morrer de Covid-19 do que as pessoas que são vacinadas e recebem a dose de reforço, de acordo com dados apresentados na quarta-feira (2) pela diretora dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, Dra. Rochelle Walensky. “As doses de vacinação e reforço diminuem substancialmente o risco de morte por Covid-19”, disse Walensky em uma apresentação da Equipe de Resposta à Covid-19 da Casa Branca enquanto apresentava dados coletados na semana que terminou em 4 de dezembro.

Brasil

A movimentação portuária de mercadorias no Brasil bateu novo recorde, informou a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) ontem (2). Segundo a agência, 1,2 bilhão de toneladas de cargas diversas foram movimentadas em 2021 – o que representa crescimento de 4,8% em relação a 2020. Segundo nota publicada pelo Ministério da Infraestrutura, a previsão é que o número cresça também em 2022. Os números publicados pela pasta mostram que a expectativa é 2,4% a mais do que o resultado registrado para 2021.

Poderes

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu na quarta-feira (2) que o Supremo Tribunal Federal (STF) intime a cúpula da antiga Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado — os senadores Omar Aziz (PSD-AM), que atuou como presidente do colegiado, e Renan Calheiros (MDB-AL), que assumiu a relatoria da investigação — para explicar o uso de dados sigilosos durante uma das oitivas da comissão.

O governo pretende apresentar no Congresso nos próximos dias, a PEC dos combustíveis.

Economia

Confira o Calendário de Balanços 4T21

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) iniciou 2022 com mais uma alta de 1,50 ponto porcentual da Selic e sacramentou o retorno aos dois dígitos da taxa básica de juros, que passou de 9,25% para 10,75% ao ano – o maior patamar desde maio de 2017. Mesmo reconhecendo, pela primeira vez, que a inflação de 2022 vai ficar acima do teto da meta (de 5%), indicando o segundo ano de descumprimento de seu mandato principal, o BC sinalizou uma redução do ritmo de alta de juros no próximo encontro, nos dias 15 e 16 de março.

O governo estuda reduzir de 10% a 50% o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, a redução seria possível devido ao aumento na arrecadação federal registrado em 2021. Segundo a Receita Federal, somente com o IPI foram arrecadados R$ 71 bilhões no ano passado, sendo R$ 10 bilhões apenas com fumo e bebidas — que não teriam isenção do imposto caso o plano se concretize.

Agenda Econômica

 – Zona do euro/Eurostat: PPI de dezembro (7h)
– França/OCDE: CPI de dezembro (8h)
– Reino Unido: Decisão de política monetária do BoE (9h)
– Alemanha: Decisão de política monetária do BCE (9h45)
– Brasil/IHS Markit: PMI composto e PMI serviços de janeiro (10h)
– EUA/Deptº do Trabalho: Pedidos de auxílio-desemprego da semana até 22/01 (10h30)
– EUA/IHS Markit: PMI composto final e PMI serviços de janeiro (11h45)
– EUA: Comitê Bancário do Senado recebe Sarah Bloom, indicada a vice-presidente de supervisão do Fed, Lisa Cook e Philip Jefferson, indicados à diretoria do Fed por Joe Biden (12h)
– EUA/ISM: PMI de serviços de janeiro (12h)
– EUA/IHS Markit: PMI global de serviços final de janeiro (13h)
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o ibovespa fechou  a sessão em baixa de 1,18%, a 112.910 pontos, pressionado por ações de bancos, que foram contaminados pelos resultados abaixo do esperado do Santander Brasil. Além disso, o principal índice da Bolsa brasileira ainda contou com a pressão dos papéis da Petrobras. Após o fechamento, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou um aumento da taxa Selic de 1,50 ponto-percentual, para 10,75% ao ano – esta foi a oitava reunião consecutiva do órgão que se encerrou com um reajuste para cima dos juros. É a primeira vez desde 2017 que a taxa Selic fica acima dos dois dígitos.

💲 Carteira Mensal💲

Maiores altas do Ibovespa

POSI3 +3.56% R$ 9,58
LAME4 +2.02% R$ 6,55
QUAL3 +1.60% R$ 18,37
CIEL3 +1.30% R$ 2,33
BRAP4 +1.15% R$ 28,13

Maiores baixas do Ibovespa

BIDI11 -9.54% R$ 25,40
IRBR3 -9.03% R$ 3,02
BRFS3 -7.76% R$ 19,95
BPAN4 -7.33% R$ 9,60
MGLU3 -7.13% R$ 6,51

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

dólar comercial: o dólar comercial fechou em R$ 5,2760, com alta de 0,03%. A moeda esboçou uma reação, mas ao longo da sessão foi perdendo força, com o mercado já precificando o aumento de 1,5 ponto percentual (pp) na Selic (taxa básica de juros), além do fluxo estrangeiro na bolsa que continua intenso.

Juros

O DI para janeiro de 2023 tinha taxa de 12,130% de 12,175% no ajuste anterior; o DI para janeiro de 2024 projetava taxa de 11,465%, de 11,640%, o DI para janeiro de 2025 ia a 10,990%, de 11,130% antes.

Ifix   

O índice fechou a sessão em queda de 0,20%, aos 2.771 pontosA mínima foi de  2.770 pontos enquanto a máxima foi de 2.782 pontos. No acumulado para fevereiro, o índice concentra uma baixa de 0,21%. Já no ano, recua 1,20%.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão.

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário