Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha em baixa de 1,18% e todos os destaques de hoje (02/02/2022)

LinkedIn

O Ibovespa fechou em baixa de 1,18%, a 112.910 pontos, pressionado por ações de bancos, que foram contaminados pelos resultados abaixo do esperado do Santander Brasil. Além disso, o principal índice da Bolsa brasileira ainda contou com a pressão dos papéis da Petrobras.

Após o fechamento, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou um aumento da taxa Selic de 1,50 ponto-percentual, para 10,75% ao ano – esta foi a oitava reunião consecutiva do órgão que se encerrou com um reajuste para cima dos juros. É a primeira vez desde 2017 que a taxa Selic fica acima dos dois dígitos.

“O comunicado trouxe novamente tom de alerta, principalmente sobre o quadro fiscal e possíveis impactos que um aumento dos gastos poderia ter sobre a inflação. O mercado pode interpretar que o ciclo de ajuste da Selic pode ser um pouco mais longo do que o previsto anteriormente. Hoje o mercado projeta juros de 11,75% para o final deste ano e essa projeção pode subir após a decisão de hoje”, avalia Fernanda Consorte, economista chefe do Banco Ourinvest.

Os destaques positivos da sessão incluem os papéis da Positivo (POSI3), Cielo (CIEL3) e Qualicorp (QUAL3), que avançaram 3,14%, 2,17% e 1,66%, respectivamente. O destaque negativo ficou para as ações do Banco Inter (BIDI11), com queda de 9,72%. A BRF (BRFS3) também encerrou o dia com forte queda de 7,91%, após precificar seu follow-on.

Os três principais índices de ações de Wall Street fecharam em alta no pregão de hoje, que foi movimentado por declarações de autoridades do Federal Reserve sobre a movimentação do banco na tentativa de conter a inflação.

Os investidores tentam buscar alternativas para as altas da taxa de juros já programadas pelo chair do Fed, Jerome Powell, mas o cenário não parece tender para essa perspectiva.

Por lá, o Dow Jones subiu 0,63%, a 35.629 pontos; o S&P 500 avançou 0,94%, a 4.589 pontos; e o Nasdaq ganhou 0,50%, a 14.417 pontos.

O dólar à vista ensaiou ajuste de alta nesta tarde, mas perdeu força e acabou fechando perto da estabilidade, com alta de 0,09% a R$ 5,2754. A moeda se manteve nas mínimas dos últimos quatro meses.

➡️ Veja o fechamento desta quarta-feira:

🇧🇷 IBOV: -1,18% a 111.894 pts
🏢 IFIX: -0,19% a 2.771 pts
💵 Dólar: +0,09% a R$ 5,2754
💶 Euro: +0,50% a R$ 5,9661
💰Bitcoin: -2,32% a R$ 199.947

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: +0,63% a 35.629 pts
S&P 500: +0,94% a 4.589 pts
Nasdaq: +0,50% a 14.417 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/02/2022 1,0% 113.228,31 R$ 27,1 bilhões
02/02/2022  -1,2% 111.894,36 R$ 30,6 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

POSI3: +3,14 a R$ 9,54
CIEL3: +2,17% a R$ 2,35
QUAL3: +1,66% a R$ 18,38
BRAP4: +1,15% a R$ 28,13
RDOR3: +0,89% a R$ 45,59

  • BAIXAS IBOVESPA

BIDI11: -9,72% a R$ 25,35
IRBR3: -9,04% a R$ 3,02
BRFS3: -7,91% a R$ 19,92
MGLU3: -7,13% a R$ 6,51
VIIA3: -6,38% a R$ 4,40

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    3R Petroleum (RRRP3)

    A 3R Petroleum recebeu notificação da Starboard Asset, gestora do 3R Petroleum Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia (FIP 3R), informando sobre a alienação de 22.787.130 ações ordinárias de emissão da companhia. Saiba mais…

    Agrogalaxy (AGXY3) 

    A Agrogalaxy ratificou a autorização da prestação, pela companhia e por suas subsidiárias integrais, de fiança à Mosaic Fertilizantes do Brasil Ltda. e à Mosaic Fertilizantes P&K Ltda. no valor de R$ 415 milhões. Saiba mais…

    Arezzo (ARZZ3)

    A Arezzo&Co comunicou que o UBS Brasil ingressou, no sindicato de bancos responsável pela coordenação da oferta pública com esforços restritos de distribuição primária de ações ordinárias de emissão da companhia. Saiba mais…

    BRF (BRFS3)

    A BRF, dona da Sadia e Perdigão, movimentou R$ 5,4 bilhões em uma oferta subsequente (follow-on) de ações ontem (1), em operação voltada apenas para grandes investidores. A ação saiu a R$ 20, um desconto de 7,5% em relação ao fechamento de ontem na B3. Saiba mais…

    BTG Pactual (BPAC11)

    O BTG Pactual atingiu a marca de R$ 1 trilhão em ativos sob gestão e administração. Segundo a instituição financeira, o valor contempla os recursos das áreas de Asset Management e Wealth Management, que inclui a plataforma de investimentos para o varejo. Saiba mais…

    CCR (CCRO3)

    O Grupo CCR e o governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (SEINFRA), celebraram nesta quarta-feira, 2 de fevereiro, a assinatura do contrato de concessão do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade (Aeroporto da Pampulha), localizado na cidade de Belo Horizonte (MG). Em outubro, o grupo arrematou a concessão do terminal por R$ 34 milhões, com um ágio de 245,29%. Saiba mais…

    Energisa (ENGI11)

    A Energisa aprovou o reajuste tarifário da Energisa Borborema – Distribuidora de Energia S/A (EBO), a ser aplicado a partir de 04 de fevereiro de 2022. Saiba mais…

    O Grupo Energisa quer liderar a agenda de transição energética no Brasil. Para isso, a empresa aposta na estratégia de diversificação dos negócios e grandes investimentos. O orçamento previsto para este ano é de R$ 5,6 bilhões, o maior da história da empresa. Esse valor supera em 41% os R$ 3,9 bilhões projetados para 2021 e também os R$ 2,4 bilhões de 2020.

    Equatorial (EQTL3)

    A Equatorial retificou o fato relevante publicado em 26 de janeiro de 2022, que tratava do follow on da empresa, inicialmente de 87,7 milhões de ações ordinárias.

    Hidrovias do Brasil (HBSA3)

    A Hidrovias do Brasil divulgou que durante o mês de janeiro carregou minério de ferro na região de Corumbá, ainda sujeito a ciclos de navegação mais longos em função das restrições do nível do rio em alguns pontos críticos deste corredor. Saiba mais…

    Indústrias Romi (ROMI3)

    A Indústrias Romi, que atua nos mercados de máquinas-ferramenta e máquinas para processamento de plásticos, teve lucro líquido de R$ 54,7 milhões no quarto trimestre do ano passado, queda de 36,6% ante o ganho líquido de R$ 86,4 milhões em igual período de 2020, segundo demonstrações financeiras enviadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta terça-feira. Saiba mais…

    O Conselho de Administração das Indústrias Romi aprovou a submissão à assembleia geral extraordinária da companhia, da Rominor Comércio Empreendimentos e Participações S.A. e da Rominor Empreendimentos Imobiliários S.A., a serem realizadas no dia 15 de março de 2022, da proposta de incorporação da totalidade das ações de emissão da Rominor Comércio pela Romi, seguida pela incorporação da Rominor Comércio pela Rominor Empreendimentos. Saiba mais…

    Iochpe-Maxion (MYPK3)

    Iochpe-Maxion comunicou que o prazo máximo de seis meses para a liquidação das operações de aquisição pela companhia de ações de própria emissão, autorizadas pelo Conselho de Administração em reunião realizada em 31 de janeiro de 2022, irá se encerrar em 30 de julho de 2022.

    JBS (JBSS3)

    A JBS concordou em pagar US$ 52,5 milhões para encerrar litígios que acusam frigoríficos de conspirar para limitar a oferta no mercado de carne bovina dos EUA, a fim de inflar os preços e aumentar o lucro. Saiba mais…

    Lojas Quero-Quero (LJQQ3) 

    Lojas Quero-Quero aprovou a alteração do prazo de exercício do 1º Programa de Outorga de Opções da Companhia aprovado pela companhia em reunião do Conselho de Administração realizada em 10 de julho de 2020. Saiba mais…

    Neoenergia (NEOE3)

    A Neoenergia fez um esclarecimento à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) após a coluna ‘Mercado S/A’ do jornal Correio Braziliense divulgar que “até 2024, a Neoenergia desembolsará R$ 5 bilhões em complexos eólicos na Bahia, Paraíba e Piauí”. Saiba mais…

    Oi (OIBR3) 

    Oi comunicou que permanece implementando seu plano de investimento e necessita de recursos para fomentar suas atividades operacionais e fazer frente ao seu plano de negócios. Assim, será feita uma concessão, por meio da Globenet Cabos Submarinos, de adiantamento para futuro aumento de capital para a Brasil Telecom Comunicação Multimídia S.A.

    O processo de venda da Oi Móvel é o primeiro item da pauta da sessão de julgamentos do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) marcada para a quarta-feira da próxima semana, dia 9 de fevereiro. A lista de casos a serem analisados pelo Tribunal do Cade nesse dia está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 2. A sessão será realizada por meio remoto e terá início às 10 horas. Saiba mais…

    Petrobras (PETR3/PETR4) 

    Petrobras iniciou testes com gás natural em polo em Itaboraí (RJ).

    A Petrobras recebeu da Equinor o valor de US$ 475 milhões, equivalente à metade da terceira parcela referente à venda de sua participação no bloco exploratório BM-S-8, onde está localizado o campo de Bacalhau. Saiba mais…

    Sanepar (SAPR3/SAPR4/SAPR11)

    A Sanepar comunicou que o Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná – AGEPAR, em sua 1ª Reunião Ordinária de 2022, aprovou a Resolução nº 003/2022, que dispõe sobre o tratamento da cobrança da primeira ligação de esgoto de clientes residenciais por parte da Sanepar, objeto da Consulta Pública nº 005/2021. Saiba mais…

    Santander Brasil (SANB11)

    O Santander Brasil obteve lucro líquido gerencial de R$ 3,880 bilhões no quarto trimestre de 2021, o que representa queda de 2,0% na comparação com o mesmo período de 2020 e de 10,6% ante o trimestre imediatamente anterior. Saiba mais…

    Sinqia (SQIA3) 

    Sinqia concluiu a aquisição, pela controlada da companhia, a Sinqia Tecnologia Ltda., de 100% do capital da Mercer Seguridade Ltda. Saiba mais…

    Vale (VALE3)

    A Vale informou que sua subsidiária Vale Canada Limited (VCL) concluiu a venda e transferência de sua participação de 50% na California Steel Industries (CSI) para a Nucor Corporation. Saiba mais…

    A 4ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Minas Gerais julga hoje o recurso da Vale contra o pagamento de indenização de R$ 1 milhão por dano moral para cada trabalhador morto no rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, há três anos. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário