Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha em alta de 0,82% e todos os destaques de hoje (15/02/2022)

LinkedIn

O Ibovespa fechou em alta de 0,82%, a 114.828 pontos, em um pregão favorável para o índice. Os setores de tecnologia, bancos e turismo se destacaram, enquanto a tensão internacional mostra sinais de desaceleração, com o recuo das tropas da Rússia do território da Ucrânia.

O dólar surpreendeu e caiu abaixo dos R$ 5,20, marca vista pela última vez há cinco meses. A moeda recuou 0,74% e fechou cotada a R$ 5,18.

“O dólar manteve a trajetória de queda, com a melhora na percepção de risco global e que colabora para os emergentes. O movimento de queda pressionou ações de empresas exportadoras, como do setor de papel e celulose, já que o segmento costuma seguir a tendência do câmbio por possuir receita fortemente atrelada à moeda estrangeira”, comenta Alexsandro Nishimura, economista, head de conteúdo e sócio da BRA.

Na manhã de hoje, a Rússia anunciou que retirou parte de suas tropas da fronteira com a Ucrânia, o que ajudou a impulsionar as bolsas mundiais.

Em Wall Street, os principais índices fecharam em alta apesar da perspectiva de aumento da taxa de juros. O Dow Jones fechou em alta de 1,22% a 34.988 pontos; o S&P 500 ganhou 1,58%, a 4.471 pontos; e o Nasdaq fechou em queda de 2,53% a 14.139 pontos.

➡️ Veja o fechamento desta terça-feira:

🇧🇷 IBOV: +0,82% a 114.828 pts
🏢 IFIX: -0,11% a 2.750 pts
💵 Dólar: -0,74% a R$ 5,1802
💶 Euro: -0,19% a R$ 5,8849
💰 Bitcoin: +1,11% a R$ 229.093

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: +1,22% a 34.998 pts
S&P 500: +1,58% a 4.471 pts
Nasdaq: +2,53%, a 13.790 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/02/2022 1,0% 113.228,31 R$ 27,1 bilhões
02/02/2022  -1,2% 111.894,36 R$ 30,6 bilhões
03/02/2022 -0,2%   111.95,94  R$ 24,3 bilhões
07/02/2022 -0,2% 111.996,40  R$ 26,9 bilhões
08/02/2022 0,2% 112.234,46 R$ 28,3 bilhões
09/02/2022  0,2% 112.461,39 R$ 36,4 bilhões
10/02/2022  0,8%  113.367,77  R$ 32,1 bilhões
11/02/2022 0,2%   113.572,35  R$ 45,3 bilhões
14/02/2022 0,3% 113.899,19 R$ 25,9 bilhões
15/02/2022  0,8%  114.828,18  R$ 29,9 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

LWSA3: +15,31% a R$ 11,15
BPAN4: +10,47% a R$ 11,08
AZUL4: +8,41% a R$ 29,26
WEGE3: +8,02% a R$ 32,88
POSI3: +7,67% a R$ 9,26

  • BAIXAS IBOVESPA

CSNA3: -4,38% a R$ 26,40
RRRP3: -4,74% a R$ 37,01
BRAP4: -3,97% a R$ 29,91
VALE3: -2,97% a R$ 88,85
PRIO3: -2,83% a R$ 25,75

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Aeris (AERI3)

    A agência de classificação de risco S&P Global Ratings retirou seu rating de crédito de emissor de longo prazo ‘brA’ na Escala Nacional Brasil atribuído à Aeris. A retirada foi a pedido do emissor. Saiba mais…

    Alupar (ALUP11) 

    A Alupar exerceu a opção de compra de 30% das ações pertencentes à Perfin Apollo Energia Fundo de Investimento em Participações em Infraestrutura, da controlada Transmissora Paraiso de Energia (TPE). Desta forma, a Alupar aumenta sua participação dos atuais 51,00% para 65,70%. Saiba mais…

    Banco do Brasil (BBAS3)

    O Banco do Brasil encerrou o quarto trimestre de 2021 com lucro líquido ajustado de R$ 5,930 bilhões, alta de 60,5% em relação ao mesmo período de 2020, e de 15,4% na comparação com o trimestre imediatamente anterior. Saiba mais…

    Braskem (BRKM5)

    A Braskem e a francesa Veolia, que concebe e implementa soluções para a gestão de água, resíduos e energia, fecharam um acordo de R$ 400 milhões de investimento para desenvolver um projeto térmico de produção de vapor a partir de biomassa de eucalipto em Alagoas. Saiba mais…

    Cosan (CSAN3) 

    A Cosan pagará, juros de debêntures a papéis da das 1ª, 2ª e 3ª séries da 3ª Emissão de Debêntures Simples, emitidos em 15 de julho de 2021. Saiba mais…

    Eletrobras (ELET3/ELET5/ELET6)

    Levantamento do Instituto de Desenvolvimento Estratégico do Setor Elétrico (Ilumina) com números da empresa alemã de dados Statista mostra que o preço estipulado pelo governo brasileiro para a venda da Eletrobras, de cerca de US$ 10 bilhões, chega a ser 15 vezes inferior a semelhantes estrangeiras, apesar de venderem no mercado o mesmo produto, avalia o diretor da entidade Roberto D’Araújo. Saiba mais…

    Energisa (ENGI11) 

    A Energisa paga dia 15 de fevereiro juros remuneratórios de debêntures.

    Engie (EGIE3)

    lucro líquido da Engie Brasil retraiu 92,4% no quarto trimestre de 2021, em comparação com igual período do ano passado, para R$ 78 milhões. Saiba mais…

    A Engie aprovou a compra de ativos solares Paracatu e Floresta, por R$ 625 milhões. Saiba mais…

    Eneva (ENEV3)

    A Eneva informou que a Usina Termelétrica Jaguatirica II, instalada no estado de Roraima, recebeu autorização da Aneel para iniciar a operação comercial da primeira unidade geradora, com capacidade instalada de 48,653 MW, a partir de hoje (15 de fevereiro). Saiba mais…

    ISA Cteep (TRPL4) 

    A ISA Cteep irá pagar juros de debêntures a debenturistas 5ª Emissão de Debêntures Simples. Será pago já nesta terça-feira (15) o valor de R$ 64,36263070 por debênture.

    Itaúsa (ITSA4)

    A Itaúsa, holding que controla o Itaú Unibanco e as empresas Dexco (ex-Duratex) e Alpargatas, registrou lucro líquido de R$ 4,11 bilhões no quarto trimestre de 2021, alta de 12% ante os R$ 3,66 bilhões reportados no mesmo período de 2020. Saiba mais…

    Petrobras (PETR3/PETR4) 

    A Petrobras pagará juros aos detentores da 3ª série da 5ª emissão de debêntures simples não conversíveis em ações, da espécie quirografária, emitidas em 15 de agosto de 2017.

    A Petrobras informa que, formou-se a maioria de votos favoráveis ontem à empresa no julgamento em que se discute metodologia de apuração do complemento de Remuneração Mínima Por Nível e Regime (RMNR) na Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal. Saiba mais…

    Petrorio (PRIO3) 

    A Petrorio informou que sua parceira IBV Brasil Petróleo (IBV) notificou a companhia a respeito do início de procedimento arbitral. Saiba mais…

    Positivo (POSI3) 

    A Positivo Tecnologia concluiu sua terceira emissão de debêntures e levantou R$ 350 milhões. Saiba mais…

    Raízen (RAIZ4) 

    A Raízen reportou lucro líquido ajustado recorde de R$ 1,21 bilhão no terceiro trimestre do ano-safra 2021-2022, correspondente ao quarto trimestre de 2021. Saiba mais…

    São Martinho (SMTO3)

    A São Martinho reportou lucro líquido de R$ 696,9 milhões no terceiro trimestre do ano safra 2021/2022. O resultado representa um crescimento de 256% em relação ao mesmo período de 2020. Nos primeiros nove meses do ciclo, o lucro líquido atingiu a cifra de R$ 1,3 bilhão. Saiba mais…

    Vale (VALE3)

    A Vale entrou com um pedido de licenciamento ambiental na Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Minas Gerais para ampliar as minas de Capão Xavier e Mar Azul, localizadas no município de Nova Lima, em Minas Gerais. Saiba mais…

    A mineradora brasileira Vale desistiu de um processo envolvendo US$ 1,2 bilhão contra Beny Steinmetz, magnata israelense que foi sócio da companhia em um projeto de exploração de minério na Guiné, na África. Saiba mais…

    Vivara (VIVA3) 

    O conselho de administração da Vivara aprovou programa de recompra de até 5% de suas ações ordinárias de sua emissão em circulação, correspondentes a 4.972.342. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário